Paraíba registra primeira morte pelo novo coronavírus, diz SES

Paciente que morreu foi um homem, de 36 anos, que morava e Patos e estava internado em João Pessoa. Paraíba tem 17 casos confirmados de coronavírus, segundo a SES. 
Teste. Foto: Francisco França / Secom-Pb. 
A Paraíba registrou a primeira morte causada por Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, na tarde desta terça-feira (31). O paciente que morreu foi um homem, de 36 anos, que morava em Patos, no Sertão do estado, e estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, desde o dia 26, após transferência hospitalar. Ele teve o diagnóstico confirmado na tarde da segunda-feira (30) e tinha histórico de diabetes.

O paciente chegou a ser atendido no Hospital Universitário Lauro Wanderley, onde apresentou um quadro de insuficiência respiratória e foi entubado, e depois foi transferido para o Clementino Fraga, onde ficou internado na UTI.

O estado tem 17 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta segunda-feira (30). A Paraíba contabiliza 12 casos confirmados de coronavírus em João Pessoa, 2 em Campina Grande, 1 em Igaracy, 1 em Patos e 1 em Sousa.

O exame para diagnóstico do publicitário Mateus Zerbone Carlos, de 34 anos, apresentou resultado inconclusivo, segundo a SES. Por isso, uma amostra será encaminhada para uma nova análise em um laboratório no Pará. A previsão é que o resultado seja divulgado em 10 dias.

Com isso, a Paraíba tem os seguintes destaques:

17 casos confirmados
367 casos descartados
Uma morte

Segundo a SES, 90 casos suspeitos estão internados, sendo 25 em UTI - 13 deles em hospitais públicos - e 65 em leito regular - destes, 31 em hospitais públicos.

Os três primeiros pacientes que tiveram os testes confirmados para o coronavírus estão recuperados, de acordo com o secretário de estado da saúde, Geraldo Medeiros. Conforme a assessoria da SES, os três já estão fora do período de 14 dias de transmissão da doença, estão bem e em casa.

Um outro caso de coronavírus foi divulgado pela prefeitura de Campina Grande na sexta-feira (27), mas o caso não é do novo coronavírus, que causa a Covid-19. Foi confirmado que se trata de outro tipo de coronavírus, o Corona NL-63, menos grave, de menor transmissividade e sem muitos riscos à saúde. O vírus foi detectado em uma mulher de 36 anos, que já está em casa. (G1 PB)

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário