Aluna PM é impedida de fazer prova na UEPB em Guarabira por trajar farda e arma da corporação

Nesta terça-feira, 31, uma aluna do curso de Direito da UEPB Campus III, em Guarabira, foi impedida pela professora de fazer uma prova, por estar a acadêmica trajando o fardamento e arma da Policia Militar, já que a mesma faz parte da corporação, lotada no 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar). A soldado PM Jéssica Ataíde, como é chamada, estava em serviço, e teria pedido autorização ao seu superior para realizar a avaliação na referida instituição universitária, onde a mesma é estudante; porém foi surpreendida com a proibição proveniente de sua mestra.

O incidente virou caso de polícia. Fotos e vídeos do infeliz episódio foram parar instantaneamente nas redes sociais, tornando-se virais, e com diversos comentários, em sua maioria, negativos à UEPB de Guarabira. O assunto já tomou repercussão nacional. 







Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário