Presidente do TRE-PB acompanha biometria em Guarabira e Pilões

Com a finalidade de acompanhar de perto e melhorar o trabalho de cadastramento do eleitorado com coleta de dados biométricos que ac...

Com a finalidade de acompanhar de perto e melhorar o trabalho de cadastramento do eleitorado com coleta de dados biométricos que acontece em 98 municípios do Estado, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador João Alves, esteve em Guarabira e Pilões, na última sexta-feira (16), juntamente com o diretor-geral, Fábio de Siqueira, o secretário de Tecnologia da Informação, George Bezerra Cavalcanti, o coordenador de Eleições, Fábio Falcão, e a assessora de Comunicação, Viviana Targa.

O desembargador João Alves falou da sua visita aos municípios de Guarabira e Pilões: “Os prefeitos estão cumprindo o seu papel; firmaram parceria com o TRE-PB. Em Guarabira, nós temos um percentual muito baixo de atendimento, apenas 13,52%, o que corresponde a 5.309 dos 39.707 eleitores da 10ª Zona – Guarabira. Então, verificamos que o local destinado à biometria é muito simplório, de difícil acesso. Entretanto, o empresário do Grupo Guaraves, o senhor Ivanildo Coutinho, colocou à disposição da Justiça Eleitoral uma sala no Shopping, com ar-condicionado e acesso à internet. No município de Pilões, na 45ª Zona Eleitoral, observamos que 30,55% do eleitorado já passou pelo processo, o equivalente a 2.060 dos 6.743 eleitores, mas estamos precisando de material humano para atender à demanda”, afirmou.

O presidente disse ainda, que em Araçagi e Pilõezinhos, entre os dias 26 e 30/10/2015, serão instalados kits biométricos para atender os eleitores desses municípios. “Nós estamos acompanhando o andamento dos trabalhos diariamente, zona por zona, município por município, e ampliando alguns até atingirmos a meta”, disse João Alves. 

O cadastramento biométrico é obrigatório, quem não comparecer terá seu título eleitoral cancelado. O eleitor que tiver o título cancelado ficará irregular perante a Justiça Eleitoral, sujeitando-se às sanções legais, como: não poderá tirar passaporte, CPF, tomar posse em cargo público, fazer empréstimos financeiros, efetuar ou renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo, receber o bolsa família, dentre outras. (Com o site oficial do TRE-PB)

LEIA TAMBÉM

PARAIBA 1445998928141937412

Postar um comentário

emo-but-icon

VÍDEO / trailer / Cinema

hEm CARTAZ nos CINEMAS!

Curta nossa FanPage

PLUGADOS NO TWITTER

Mais Lidas

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

item