IBAMA detecta 287 hectares de área desmatada no bioma caatinga na Paraíba

Foto: Divulgação / Ascom. 
O IBAMA identificou 287,76 hectares de desmatamento ilegal no bioma da caatinga, na Paraíba. A área corresponde a 411 campos de futebol. O flagrante aconteceu durante a deflagração da Operação Mandacaru, realizada em sete municípios do estado. Doze pessoas foram autuadas pelo órgão e duas, notificadas. As multas aplicadas totalizam R$ 393 mil. 

A operação aconteceu no período de 16 a 21 de novembro. Através de monitoramento remoto, com análise de imagens de satélites, o IBAMA detectou indicativos de desmatamentos nas cidades de Arara, Assunção, Monteiro, São José dos Cordeiros, Prata, Sumé e Zabelê. Todas as áreas identificadas foram embargadas de imediato, para cessar o dano ambiental e assegurar a regeneração natural da vegetação nativa. 

Segundo o superintendente do IBAMA na Paraíba, Arthur Navarro, a caatinga abriga uma rica biodiversidade, que já é vulnerável, naturalmente, devido às estiagens. “Ela precisa ser protegida, conservada e utilizada de forma sustentável, para que continue a favorecer as condições de vida do povo nordestino, que dela necessita”, explicou. 

Arthur Navarro também destacou que o IBAMA monitora com atenção as alterações no bioma. “Realizamos constantemente ações para conter desmatamentos ilegais, propiciar a recuperação ambiental de áreas degradadas e estimular o uso sustentável dos recursos naturais”, acrescentou. (*) Ascom IBAMA


 

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário