Segurança suspeito de tentar estuprar colega de trabalho é morto após ser baleado, em João Pessoa

Segurança patrimonial do Banco de Leite Anita Cabral, de 58 anos, tentou se ferir quando a vítima da tentativa de estupro conseguiu fugir; ele também tentou atacar um outro segurança do local, que atirou para contê-lo. 

Foto: Reprodução / TV Cabo Branco. 
Um segurança patrimonial do Banco de Leite Anita Cabral, em João Pessoa, morreu nesta sexta-feira (27), após ser baleado quando tentava atacar outro segurança do local. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o homem estava tentando fugir após tentar estuprar uma colega.

Ainda segundo informações da secretaria, Arnaldo Oliveira Pereira, de 58 anos de idade e 28 anos de serviço, no início do expediente desta sexta-feira, conduziu uma colega de trabalho até uma sala em uma região desativada nas dependências do banco de leite na tentativa de cometer uma violência sexual, ameaçando a mulher com uma faca. A vítima pediu socorro e conseguiu fugir do agressor.

Tentando também fugir, Arnaldo se trancou em uma das salas e se esfaqueou. Quando um outro segurança do local, armado, o abordou, ele tentou ferir o colega, mas foi baleado. Arnaldo foi conduzido ao Hospital de Emergência e Trauma, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A vítima da tentativa de agressão sexual e o outro segurança foram levados a Central de Flagrantes da capital paraibana. Em nota, a SES-PB, repudiou o crime e disse prestar todo apoio à vítima e aos servidores do Banco de Leite Anita Cabral.

A SES-PB também informou que o expediente no banco foi suspenso nesta sexta-feira (27) e só retornará na segunda-feira (30). O banco também deve mudar de endereço, saindo de Cruz das Armas, para que seja iniciada a obra do Hospital da Mulher no local em dezembro, segundo a secretaria. (*) G1 PB

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário