Guarabira: comércio reabre, mas aglomerações foram vistas em filas da Caixa devido auxilio emergencial

A maior concentração popular em Guarabira acontece nas filas da CEF. O comércio fluiu normalmente no dia da reabertura de suas lojas. Foto: Plugados. 
Na cidade de Guarabira, no Agreste paraibano, o comércio tido como não essencial reabriu nesta segunda-feira (20), com o seu funcionamento gradual, das 8h às 14h, conforme recente decreto editado pelo prefeito em exercício Marcus Diogo (PSDB), que trata da flexibilização do segmento. Contudo grandes e preocupantes aglomerações foram presenciadas nas filas da Caixa Econômica e das Lotéricas, em virtude do pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 liberado pelo governo federal. Algumas lojas promoveram filas utilizando-se do distanciamento social, para recebimento de valores em débitos.


De acordo com publicação da comunicação da prefeitura, Marcus Diogo, esteve acompanhando a reabertura comercial e pode perceber que fluiu normalmente e que os lojistas estavam cumprindo as medidas as quais foram firmadas com os mesmos para a reabertura no tocante as precauções contra a disseminação do novo coronavirus (Covid-19).


A Polícia Militar está, de forma ostensiva, mantendo a ordem em todo centro comercial, em especial nas filas da Caixa que fica localizada na Avenida Pe. Inácio de Almeida e nas duas Casas Lotéricas, as quais estão situadas na Avenida D. Pedro II. Sendo estes, como já foi dito, os locais de maior concentração popular; problema que o governo federal poderia ver uma forma de minimizar, descentralizando, por exemplo, a próxima parcela do auxílio emergencial para outras bandeiras bancárias, a exemplo de Bradesco, Banco do Brasil, Santander, etc.


Já o poder público municipal atua com profissionais da saúde realizando distribuição de máscaras de proteção, orientando e higienizando às pessoas com álcool em gel; além de ter contratado bombeiros militares para auxiliar no monitoramento, organização de filas, e controle da entrada de clientes nas lojas.

No que se refere a flexibilização das atividades comercias em Guarabira, o decreto do governo do estado determina que o comércio não essencial deve permanecer suspenso na região metropolitana que tenha cidade com caso confirmado de covid-19; que no momento não é contabilizado na região guarabirense. Inclusive, até então, a cidade do Memorial de Frei Damião, não apresentou caso de pessoa infectada com o vírus, mas conforme novo boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, há 5 casos não confirmados e 3 descartados. 

Nas suas falas o gestor guarabirense sempre ressalta da importância de se ficar em casa nesse momento, que apenas saia por plena necessidade, de preferência uma pessoa por família, porém fazendo o uso de máscara de proteção.

@RedaçãoPlugados



Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário