Guarabira: não uso de capacete por passageiro de mototaxi é relevado em tempos de coronavírus

Outra medida extraordinária tomada pela Prefeitura de Guarabira contra a disseminação do novo coronavirus (Covid-19), neste período emergencial de prevenção, desta vez, através da STTrans, (Superintendência de Trânsito e Transporte) diz respeito ao uso de capacetes por passageiros de mototaxi. Na tarde dessa sexta-feira (20) o prefeito em exercício Marcus Diogo, durante entrevista via fone concedida ao radiofônico Paraíba Verdade, apresentado por Rudney Araújo e Martins Júnior, na Rádio Guarabira FM -, o gestor anunciou que passageiro usuário de mototaxi fica isento de usar capacete, sem que o mototaxista seja punido pelo órgão responsável pelo transito na cidade. Mas, por outro lado, ele pede que as pessoas fiquem em casa, que só saiam em caso de necessidade extrema.

Marcus disse que, em reunião que teve com superintendente do STTrans Gilberto Machado e agentes de trânsito, ficou decidido que os ‘amarelinhos’ não fizessem as devidas notificações quando se deparar com um mototaxista conduzindo um passageiro sem o habitual e obrigatório uso do capacete na cabeça, pois trata-se de um acessório comunitário, que circula de cabeça em cabeça, sendo um sério agente de contaminação para o Covid-19. Entretanto o profissional de mototaxi, segundo o gestor, não está liberado de deixar de utilizar o seu. 

O prefeito em exercício Marcus Diogo ainda esclareceu que a medida 'contempla' apenas o serviço de mototaxi e pediu a colaboração dos mototaxistas para que tenham cuidado e atenção redobrada na condução do seu passageiro, que vai estar sem o seu único acessório de segurança no trânsito.

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário