João diz que não participará de reunião com Carlos Siqueira e coloca nas mãos do PSB sua permanência no partido

O governador João Azevêdo (PSB) quebrou o silêncio e se pronunciou nesta segunda-feira (19), sobre a intervenção do PSB Nacional no Diretório do partido na Paraíba. João voltou a afirmar que não aceita a postura do partido e ressaltou que não vai participar da reunião com o presidente nacional da legenda, Carlos Siqueira, em Brasília.

“Não aceito essa intervenção. Não aceito o presidente dissolver o diretório e depois ligar para mim para uma conversa”, disparou.

Em conversa com a imprensa paraibana, o gestor deixou nas mãos da direção nacional seu futuro no partido. ”O PSB é quem vai decidir se quer ou não o governador no partido”. Azevêdo disse que o que está havendo no partido é uma disputa sem necessidade e revelou não conhecer os reais motivos dessa crise.

Blog do Anderson Soares
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário