Cidadania de Guarabira se rende a ‘gangorra’ e será vice de Paulino na sucessão municipal

O governador João Azevêdo (Cidadania) para ter o apoio do deputado Raniery Paulino na Assembleia Legislativa, cedeu aos caprichos do ex-prefeito Roberto Paulino e fez o Cidadania de Guarabira se aliar a quem chamava de ‘gangorra’; uma alusão aos tradicionais grupos Toscano e Paulino por se alternarem no poder na cidade; sistema extremamente combatido por Célio Alves, Beto e Renato Meireles; ex-girassóis e atuais comandantes do partido de João em Guarabira..

Uma foto publicada nas redes sociais após uma reunião do governador com os principais representantes do Cidadania de Guarabira, nesta quinta-feira (23), sela a aliança com o MDB dos Paulino com vistas a sucessão municipal nas eleições do próximo dia 15 de novembro.

A reunião contou com a presença, além de João Azevêdo, de Raniery Paulino, Roberto Paulino, Beto Meireles, Renato Meireles, Célio Alves e Josa da Padaria.

De acordo com informações que colhemos, o ex-vereador Beto Meireles que se mostrava como o pré-candidato do partido do governador em Guarabira, deverá agora alçar na condição de coadjuvante, ou seja, como vice de Roberto ou de Raniery Paulino, que se apresentam como pré-candidatos emedebistas a prefeito da cidade.

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário