Rejeição a Bolsonaro cresce para 38% da população, diz pesquisa CNI/Ibope

A forma do presidente Jair Bolsonaro é desaprovada por 53% da população brasileira. Foto: José Dias / PR. 
A reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro cresceu para 38% da população brasileira, segundo um levantamento encomendado pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI) ao instituto de pesquisas Ibope. A rejeição à forma com que Bolsonaro governa o país também aumentou para 53%. São os piores resultados apresentados pelo presidente nas quatro avaliações feitas desde o início do mandato.

A última pesquisa realizada pela CNI/Ibope, em setembro, apontou que 34% dos brasileiros consideravam o governo “ruim ou péssimo”. A alta de quatro pontos percentuais coincide com a queda nos níveis de aprovação do presidente: apenas 29% dos entrevistados veem a administração de Bolsonaro como “boa ou ótima” no levantamento mais atual. Outros 31% enxergam a gestão federal como “regular”.

A forma com que Bolsonaro governa também é mal vista pela maioria da população. O índice de aprovação ficou em 41% no levantamento atual, o que consolidou um aumento de treze pontos percentuais na percepção negativa. Na primeira pesquisa realizada no ano, em abril, a rejeição atingia 40% dos brasileiros.

O nível de confiança no presidente caiu dentro da margem de erro. Em setembro, 42% disseram não confiar em Bolsonaro. O índice atual está em 41%. O mesmo ocorreu com a confiança demonstrada no governo: foi de 55%, em setembro, para 56% nesta última pesquisa.

A avaliação entre a população difere da que a CNI/Ibope colheu entre os empresários. Divulgado no dia 11 de dezembro, o levantamento apontou que 65% dos empresários confiam em Bolsonaro, enquanto 64% aprovar a maneira de governar do presidente.

*Veja
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário