Guarabira é primeiro lugar em transparência pública na PB, aponta CGU; nota foi acima da média nacional

Vista de parte da cidade de Guarabira durante a noite (Foto: Divulgação / Dragon Fênix Produções). 
O município de Guarabira, no Agreste paraibano, administrado pelo prefeito Zenóbio Toscano – obteve o primeiro lugar no estado da Paraíba no que se refere à transparência pública no Brasil. A aferição foi feita pela Escala Brasil Transparente (EBT); ferramenta vinculada ao Ministério da Transparência e Controladoria Geral da União (CGU). De acordo com a EBT, a terra de todos os guarabirenses alcançou a nota de 8,51, sendo acima da média nacional, a qual é de 6,50.  

O segundo lugar ficou com João Pessoa que obteve 7,99, seguido de Cabedelo (7,63), Sapé (6,99), e Campina Grande (6,70) em terceira, quarta e quinta posição, simultaneamente.

Em se tratando dos estados, a Paraíba obteve a nota 7,42, em 19º lugar no ranking do país.

A Escala Brasil Transparente (EBT) – é uma ferramenta de monitoramento da transparência pública em estados e municípios brasileiros.

As avaliações são desenvolvidas para fornecer os subsídios necessários ao Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) para o exercício das competências que lhe atribuem os artigos 59 da Lei Complementar nº 101/2000 e 41 (I) da Lei de Acesso à Informação, assim como os artigos 68 (II) do Decreto nº 7.724/2012 e 18 (III), do Decreto nº 8.910/2016.

A Escala Brasil Transparente – Avaliação 360° é uma inovação na tradicional metodologia de avaliação da transparência pública adotada pela CGU. Na EBT – Avaliação 360° houve uma mudança para contemplar não só a transparência passiva, mas também a transparência ativa (publicação de informações na internet).

A EBT – Avaliação 360° incorporou aspectos da transparência ativa como a verificação da publicação de informações sobre receitas e despesa, licitações e contratos, estrutura administrativa, servidores públicos, acompanhamento de obras públicas e outras. Com a aplicação dessa métrica, a CGU pretende aprofundar o monitoramento da transparência pública e possibilitar o acompanhamento das ações implementadas por estados e municípios na promoção do acesso à informação. *Fonte: CGU.




@RedaçãoPlugados





Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário