Fiscalização interdita 21 equipamentos em unidades de saúde de João Pessoa

Ao todo, 21 equipamentos médicos foram interditados em unidades de saúde de João Pessoa, durante uma operação conjunta do Ministério Público da Paraíba, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Gerência de Vigilância Sanitária de João Pessoa (GVS) e Receita Estadual. Nesta terça-feira (17), primeiro dia da ação, já haviam sido interditados sete aparelhos.

Foram averiguados dois hospitais e três clínicas na capital paraibana. Os equipamentos sofreram interdição pela falta do selo da Anvisa e por não ter sido comprovada a origem de nenhum deles.

Em dois dias da operação, foram interditados cinco mamógrafos, nove ultrassons, três aparelhos de raio-x, um de densitometria óssea, um de ressonância magnética, um arco cirúrgico e um de angioplastia 3D.

Segundo o promotor do programa de Proteção e Defesa do Consumidor, Glauberto Bezerra, a ação foi motivada por uma operação da Polícia Federal, realizada no ano passado, que investigou uma organização criminosa suspeita de contrabandear equipamentos de diagnóstico médico - descartados dos Estados Unidos - por meio de uma empresa de Santa Catarina.


G1 PB
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário