Polícia indicia falsa doméstica que causou prejuízo de mais de 100 mil reais a patrões em Campina Grande

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande, indiciou, na manhã desta quarta-feira (15), por cr...

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande, indiciou, na manhã desta quarta-feira (15), por crime de Furto Qualificado, a falsa empregada doméstica Josinete Barbosa do Nascimento, 38 anos, em mais dois inquéritos policiais.

De acordo com informações policiais, a suspeita furtou, sobretudo, joias destas duas vítimas, totalizando um prejuízo de mais de R$ 100 mil reais. Josinete foi presa pelo Núcleo Especializado em Repressão a Tentativas de Homicídios (Nertho), no último dia 9 de agosto deste ano, no bairro do Catolé, em Campina Grande.  

Entenda um dos casos: há aproximadamente três meses Josinete começou a trabalhar como empregada doméstica na residência de um empresário na cidade de Campina Grande. 
Apesar de toda insistência do patrão, ela se recusava a querer assinar a carteira de trabalho e sempre enrolava quando lhe eram solicitados seus documentos pessoais. Contudo, pelos bons serviços prestados e por sempre estr disponível foi ganhando a confiança dos patrões.

Com isso, começou a ter a confiança de ficar sozinha no apartamento da família, e aproveitando dessa confiança, no último dia 4, subtraiu um cofre que colocou dentro de uma bolsa contendo diversas joias e em outra bolsa pertences pessoais da vítima, sendo sua saída filmada pelo circuito interno de câmeras do residencial. Depois da prática do fato criminoso a contratada desapareceu e a família não conseguiu manter mais nenhum contato com ela, e registrou boletim de ocorrência na central de polícia. A equipe do Nertho iniciou as investigações, localizando e prendendo a suspeita, que ainda estava com parte dos objetos roubados.

As autoridades policiais esperam que, com a veiculação em massa do vídeo de uma das ações da falsa doméstica, que já foi disponibilizado à imprensa, outras pessoas compareçam à delegacia para reconhecer a acusada que está presa, aguardando decisão judicial.

Secom-Pb

LEIA TAMBÉM

POLICIAL 5886998127238517233

Postar um comentário

emo-but-icon

VÍDEO / trailler

Em CARTAZ nos CINEMAS!

Curta nossa FanPage

PLUGADOS NO TWITTER

Mais Lidas

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

item