Com gol mais rápido em Olimpíadas, Brasil atropela Honduras e disputa o ouro

Brasil 6 x 0 Honduras (Foto: Lucas Figueiredo / Mowa Press).  FUTEBOL MASCULINO - A seleção brasileira está a um jogo do ouro. Com dire...

Brasil 6 x 0 Honduras (Foto: Lucas Figueiredo / Mowa Press). 
FUTEBOL MASCULINO - A seleção brasileira está a um jogo do ouro. Com direito ao gol mais rápido da história do futebol nas Olimpíadas, o Brasil passou por cima de Honduras, com goleada de 6 a 0, no Maracanã, e garantiu vaga na final.

Depois de um início fraco nos Jogos Olímpicos, com dois empates sem gols, o Brasil cresceu a partir da terceira partida, contra a Dinamarca, e anotou 12 gols em três partidas, ainda sem sofrer um. Na final, a seleção espera o vencedor de Nigéria e Alemanha.

14 segundos

Nesta quarta-feira, não houve tempo para sufoco e sofrimento. O Brasil marcou o gol mais rápido da história das Olimpíadas e tornou toda a história do jogo mais simples. O zero foi tirado do placar logo com 14 segundos de bola rolando.

O gol surgiu da marcação por pressão na saída de bola de Honduras. Neymar aproveitou erro de Palacios, roubou a bola na entrada da área, dividiu com o goleiro e contou com um toque de sorte: a bola seguiu em direção ao gol enquanto o atacante caía no gramado.

A seleção de Honduras sentiu sua estratégia de contra-ataque ruir logo no primeiro lance do jogo. O Brasil aproveitou para garantir a vitória ainda no primeiro tempo, com mais dois gols.

Aos 25 minutos, a defesa hondurenha deixou Gabriel Jesus livre e Luan fez o lançamento. Luis López saiu nos pés do atacante, que deu leve toque rasteiro para balançar a rede. O artilheiro palmeirense fez também o terceiro, em mais uma bola enfiada por trás da defesa: desta vez Gabriel bateu forte para o gol.

Goleada para levantar a torcida

O segundo tempo começou com dois ataques perigosos do Brasil, com Gabigol e Luan. Não demorou para sair o quarto gol. Com cinco minutos, após cobrança de escanteio, a bola sobrou nos pés de Marquinhos, que só precisou empurrar para dentro.

Com a vitória garantida, o Brasil diminuiu o ritmo naturalmente e passou a se poupar, com Rogério Micale promovendo as entradas de Rafinha, Luan Garcia e Felipe Anderson. Mesmo assim, a seleção hondurenha tinha dificuldade para chegar na área brasileira em busca do gol de honra.

Aos 33 minutos, Felipe Anderson recebeu pela direita da área em contra-ataque rápido e cruzou rasteiro para o centro. Luan, na pequena área, não teve trabalho para fazer o quinto. No fim, de pênalti, Neymar ampliou para 6 a 0. (De oGol.com)

LEIA TAMBÉM

ESPORTE 4059530888149864904

Postar um comentário

emo-but-icon

VÍDEO / trailer / Cinema

hEm CARTAZ nos CINEMAS!

Curta nossa FanPage

PLUGADOS NO TWITTER

Mais Lidas

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

item