Reação: PMs e BMs fazem 'megamanifestação' em João Pessoa contra lei do governador João Azevêdo

Movimento é uma reação a lei aprovada na ALPB que, segundo a categoria, acarreta em percas salarias e na aposentadoria, dentre outro diretos.  

Foto: Reprodução / Redes Sociais. 
Os policiais e bombeiros militares da Paraíba realizaram na tarde dessa terça-feira, dia 28, na Praça dos Três Poderes, no Centro da Capital, um grande manifesto contra a retirada de direitos da categoria, o achatamento salarial, a desvalorização dos profissionais da segurança pública. A mobilização é uma reação à lei de proteção social aprovada na Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador João Azevêdo, que segundo os PMs e BMs, só pune a categoria ainda mais do que tem sido punidas, com arrochos salariais, percas na inatividade, dentre outros; além de pagar aos militares o pior salário do País.
 

Gritos de ordem, como 'Foram João' e 'Fora Euller', foram ouvidos distintas vezes durante o protesto. O ato também repudiava os deputados estaduais que votaram a favor do governo e aprovaram a lei. 

Os policiais, em seguida, saíram em motociata e carreata até a Granja do Governador. E, ainda, realizaram panfletagem na orla de Tambaú e Cabo Branco. Uma caravana de militares de Guarabira e região foi à João Pessoa e também se uniu ao movimento.(*) da Redação, com BlogMarceloJosé

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário