PB volta a receber água da Transposição do Rio São Francisco e deputado tucano comemora decisão que garante segurança hídrica

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB). Foto: Divulgação / Ascom. 
A Paraíba voltou a receber água do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco. A liberação da água ocorre pela necessidade de perenizar o Rio Paraíba entre Monteiro e a Barragem Boqueirão para que possa ocorrer a captação de água para consumo humano na região. O canal estava paralisado há mais de um ano e retoma após uma série de reinvindicações feitas pelo deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), que comemorou o resultado de sua articulação que vai garantir segurança hídrica para região. 

“Lutamos muito e finalmente tivemos esse resultado. Essa era uma urgência para a Paraíba, para a população ribeirinha, para alimentar Boqueirão e Acauã. Fizemos audiências, intermediamos encontro, cobramos em todas as esferas e agora a Paraíba volta a ser beneficiada pelo canal”, considerou. 

Além de viabilizar a captação para consumo humano, a liberação de água também ocorre para dar continuidade aos testes de comissionamento no lote 1 do Canal Acauã/Araçagi – a barragem Acauã está com 13,78% de sua capacidade, o que seria insuficiente para a realização de teste, conforme dados do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR). Ao todo, estão sendo liberados 84.600m³ de água por dia – volume considerável para o início da retomada. 

Recentemente, Tovar se encontrou com o presidente da República, Jair Bolsonaro, quando também solicitou a construção do terceiro eixo do Projeto de Integração do São Francisco para atender o Vale do Piancó. O deputado pediu ainda a conclusão do canal, na área inserida no território paraibano, que precisa de mais proteção com um Sistema Operacional e de Gestão que impeça a degradação do canal, como roubos e furtos. 

“A liberação das águas é um grande passo, mas ainda há muito a ser feito para que esse eixo funcione de forma integral e com segurança, qualidade. Precisamos de uma manutenção e revisão constante de toda a extensão do canal no trecho paraibano. Continuarei buscando, junto às autoridades, para que essa operação seja completa para nosso estado”, pontuou. 

O deputado também tem dialogado com o Consórcio Operador (COP) - empresa responsável por gerenciar a integração das águas -  para buscar informações do funcionamento do canal e também fazer indagações e realizar sugestões do que ainda pode ser melhorado no eixo.  O COP é composto pelas empresas Magna-Vector-JPW. 

Solicitações – Além do encontro com o presidente da República, Tovar também pediu ao diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Marcelo Moreira a retomada do bombeamento no eixo e solicitou a bancada federal empenho para resolver problema. O deputado chegou a visitar o local para analisar as condições do canal e também cobrou esclarecimentos do Governo do Estado. (*) Assessoria

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário