Pedro lamenta corte de verba para o CNPq e defende investimentos em educação

PESQUISA | O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) lamentou o corte de recursos de R$ 1,2 bilhão para R$ 800 milhões destinados ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A redução de dinheiro pode colocar um fim em muitas pesquisas de extrema importância para a população brasileira. O tucano lamentou que a educação não seja prioridade no País.

“A pesquisa é essencial não só para o nosso presente, mas, sobretudo, para o nosso futuro. Nós não podemos ter esse tipo de tratamento com quem projeta e pode salvar o nosso País. É preciso que o próximo governo reveja os investimentos na educação brasileira, pois não podemos ter um País desenvolvido econômico e financeiramente sem investirmos na base que é a educação”, destacou o deputado.

Durante reunião da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados, o representante do CNPq, Marcelo Morales, disse que a instituição só consegue garantir seu funcionamento até setembro e que são necessários mais R$ 300 milhões para garantir o funcionamento mínimo da agência, totalizando R$ 1,3 bilhão. O CNPq é responsável por 72,8 mil bolsas de estudos e pelo financiamento de projetos de pesquisas em todo o país

Outra cifra destacada por Morales na Câmara está relacionada à área de internacionalização. Segundo ele, em 2013 eram atendidos cerca de 30% dos pedidos para pesquisadores fazerem estágio no exterior; mas hoje são menos de 4%. “É uma crise e isso precisa ser alertado para o Congresso e para o próximo governo”, sentenciou durante entrevista à imprensa.

Assessoria 
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário