Prédios de Delegacias estão em situação degradante no Litoral Norte do Estado, denuncia ASPOL-PB

Foram encontrados vários problemas estruturais e péssimas condições de trabalho na DP de Itapororoca e na Sede da Seccional em Mamanguape. 

Interior do prédio da DP de Itapororoca. Foto: ASPOL-PB
Essa foi a realidade encontrada pela diretoria da ASPOL/PB em visitas realizadas às Delegacias da cidade de Itapororoca e Mamanguape, no litoral Norte do Estado, na manhã desta terça-feira (05). Foram encontrados vários problemas estruturais e péssimas condições de trabalho.

EM ITAPOROROCA: A delegacia estava sem água, banheiro interditado, ambientes sujos, portas quebradas, não existia divisão acrílica de proteção contra o coronavírus, faltam EPIs, entre outros problemas.

Sede da Seccional em Mamanguape. Fotos: ASPOL-PB. 
MAMANGUAPE (Sede de Seccional): Não há acessibilidade para os cidadãos, banheiro interditado, mofo nas paredes das salas e corredores, grades enferrujadas, viaturas sucateadas, entre outros problemas. A situação se agrava, pois, na unidade também funciona uma Delegacia da Mulher.

A ASPOL vai continuar em 2021 na luta em defesa da qualidade de trabalho a todos os investigadores criminais do Estado. Desde 2017, a entidade vem oficiando os gestores da Polícia Civil, sobre a precariedade nas Delegacias, pedindo para que essas unidades policiais, sem condições de funcionamento, sejam interditadas.

(*) Comunicação ASPOL-PB


Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário