Marcus Diogo é reeleito prefeito de Guarabira e derrota Paulino, Teotônio, governador e mais três senadores

Foto: Reprodução / Facebook. 
‘O homem disparou’ – esse foi um dos principais jingles da campanha do prefeito à reeleição de Guarabira, Marcus Diogo (PSDB), que foi reeleito no pleito municipal deste domingo, dia 15 de novembro, em uma campanha memorável em homenagem ao saudoso prefeito Zenóbio Toscano. E venceu, MD, o chefe do clã Paulino, o ex-governador Roberto Paulino (MDB), por quase 4 mil votos de diferença. Além de impor mais de 8 mil votos sobre o terceiro colocado, o advogado Teotônio Assunção (PDT).

De quebra Marcus Diogo também derrotou o govenador João Azevedo (Cidadania) e sua staff em Guarabira e, ainda, os senadores José Maranhão (MDB), Veneziano Vital (PSB) e Daniella Ribeiro (Progressistas), que apoiaram a campanha de Roberto Paulino.

Foto: Reprodução / WhatsApp. 
Marcus foi reeleito contando com o ex-secretário de saúde dr. Wellington Oliveira (PSDB) na condição de vice-prefeito e com o fundamental apoio da deputada Camila Toscano (PSDB) e da ex-deputada e ex-prefeita de Guarabira Léa Toscano, a ‘Tia Léa’.

O grupo Paulino foi buscar uma aliança com o governador João Azevedo sem combinar com o povo, era assim que os adversários citavam. O ex-vereador governista Beto Meireles, que tinha sido lançado candidato a prefeito pelo Cidadania com o projeto principal que era ‘acabar com a gangorra’, mas teve que engolir de goela abaixo a aceitação indigesta de ser o vice, para ele, da parte mais atrasada da gangorra. Além do revés do deputado Raniery Paulino, que deixou a liderança da oposição, na qual tanto criticava com veemência o governo  e teve que se ajuntar com o governador na tentativa de retornar com o MDB à prefeitura, mas também com receio de ficar em terceiro lugar. 

Já o candidato Teotônio Assunção (PDT), dissidente do grupo Toscano, que equipou uma boa estrutura de campanha angariando como aliados nomes tradicionais da política guarabirense, a exemplo de Zé do Empenho, Marcelo Bandeira, Jáder Filho, Marcos de Enoque, Gerson do Gesso, a sua esposa Neide, entre outros; mas que, como já dissemos aqui em outro momento, mesmo com boa estrutura, o candidato tinha contra si a rejeição dos milhares de seguidores do eterno prefeito Zenóbio, da ex-prefeita Léa e da deputada Camila Toscano.

Veja como foi o resultado para prefeito de Guarabira

  • Marcus Diogo/Wellington Oliveira – 14.646 (45,38%)
  • Roberto Paulino/Beto Meireles – 10.908 (33,80%)
  • Teotônio Assunção/Jáder Filho – 6.721 (20,82%)
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário