Justiça garante direito de resposta à Marcus Diôgo em acusação falsa de Roberto Paulino

Foto: Reprodução. 
Em entrevista a rádio Cultura, o candidato a prefeito de Guarabira, Roberto Paulino levantou falsas acusações, sem provas, contra o atual prefeito do município.

Durante a fala, Roberto disse que Marcus Diogo teria “se lambuzado com dinheiro da Covid-19”, dando a entender que o gestor teria desviado as verbas da saúde da cidade.

Disse ainda que “o Ministério Público e a Polícia Federal estão aí”, ou seja, deu a entender que existem procedimentos investigatórios contra o prefeito Marcus Diôgo, o que também não condiz com os fatos.

Em razão das falsas acusações proferidas por Roberto Paulino, a Justiça Eleitoral determinou que o prefeito Marcus Diogo terá direito de resposta na rádio onde recebeu as acusações. O direito de resposta é o mecanismo que Justiça concede a Marcus Diôgo para que a verdade seja reparada.

No mês passado, Roberto Paulino entrou com ação pedindo exclusão das postagens na página pessoal do Facebook do prefeito, alegando se tratar de propaganda institucional. Mas a Justiça concedeu liminar a Marcus e julgou improcedente o pedido, por entender que o gestor não estaria utilizando canais oficiais da administração pública, apenas utilizando das redes sociais pessoais para divulgação do trabalho que realizou durante a gestão.

Veja a íntegra da decisão

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário