Guarabira: MP realiza audiência com representantes da prefeitura e marchantes sobre mercado público

O projeto da reforma no mercado atende aos requisitos da legislação, esclarece promotor de Justiça. 

Foto: Divulgação / Ascom / MPPB. 
O MPPB (Ministério Público do Estado da Paraíba) através da Promotoria de Justiça de Guarabira realizou, nesta quinta-feira (17/09), uma audiência com representantes da Prefeitura de Guarabira e marchantes para discutir sobre a estrutura do boxes de comercialização de carnes no mercado público do município. A reunião ocorreu no auditório da sede da promotoria.

A audiência foi presidida pelo 5º promotor de Justiça de Guarabira, Eduardo Mayer, e teve a participação do prefeito Marcus Diôgo de Lima; da representante do Banco do Nordeste, Roselane Clamentino de Souza; representante do Banco Santander, Maria do Nascimento Fernandes, além de marchantes que atuam no mercado, representados pelo advogado Fábio Lívio.

Os marchantes reclamaram da reforma realizada pela prefeitura de Guarabira no mercado, entretanto, o promotor Eduardo Mayer esclareceu que o projeto da reforma atende aos requisitos da legislação. Ainda durante a audiência, o servidor do Ministério Público foi até o local para mostrar, por meio de vídeo e fotografias, a atual situação do local.

Ficou acordado que um engenheiro da prefeitura e três marchantes farão uma visita ao mercado para verificar as necessidades expostas para a comercialização de carnes. Os representantes do Banco do Nordeste e do Santander expuseram propostas de financiamento para aquisição de balcões pelos comerciantes.

Também ficou acordado que uma das representantes dos marchantes vai montar um boxe padrão, contendo freezer, expositor, serra e máquina de moer carnes, com o objetivo de aferir as condições de trabalho. Após a montagem, cada marchante vai verificar a possibilidade de montar seu boxe nas mesmas condições.

Uma nova reunião será posteriormente agendada para definir os critérios de aquisição dos expositores. (*) Com Ascom/MPPB

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário