Treze vence o Botafogo-PB nos pênaltis e vai enfrentar o Campinense na final do Paraibano

Treze 2 (5) x (4) 0 Botafogo-PB. Estádio Amigão, Campina Grande. 
O Treze está na final de Campeonato Paraibano de 2020. Na noite desta quarta-feira, no Amigão, o Galo não apenas pôs fim à invencibilidade do Botafogo-PB, mas também quebrou o tabu que já durava cinco anos sem vencer o Belo por dois gols de diferença. Depois de perder por 2 a 0 no jogo de ida desta semifinal, no Almeidão, o Alvinegro de Campina Grande devolveu o placar no tempo normal, levando a disputa para as penalidades máximas. Aí contou com 100% de aproveitamento nas cobranças e com uma defesa do goleiro Jeferson, venceu por 5 a 4 e se credenciou para enfrentar o Campinense na grande decisão. Já o Alvinegro da Estrela Vermelha deu adeus à chance de conquistar o tetracampeonato seguido.

Precisando impreterivelmente da vitória, o Treze foi melhor desde o início da partida. Aliás, precisava vencer por pelo menos dois gols de diferença. Então decidiu ir para cima. E foi soberano na partida pelo menos até os 17 minutos do primeiro tempo, quando Léo Pereira cruzou da direita e Fred marcou contra: Galo 1, Belo 0. Só aí o Botafogo-PB entrou na partida. Chegou perto de empatar com o próprio Fred e também com Lohan, em dois lances seguidos. Daí para a frente, o primeiro tempo ainda teve os trezeanos dando trabalho ao goleiro Felipe e os botafoguenses tendo um gol de Lohan corretamente anulado. Na segunda etapa, o jogo caiu muito de produção, ficou feio, truncado, cheio de erros. E foi numa jogada meio ao acaso que o Treze conseguiu o gol de que precisava para seguir vivo na luta pela classificação: Ceará tentou o chute, mas errou; o chute virou passe e Ermínio completou para o fundo das redes. Estava decretado o 2 a 0 para o Galo, mesmo placar que o Belo conseguira no jogo de ida. Ao fim do tempo normal, a vaga seria decidida nas penalidades máximas.

Fred e Breno Calixto abriam as penalidades, estufando a rede e fazendo 1 a 1. Aí, na segunda rodada de cobranças, o estreante Kellyton bateu para o Botafogo-PB e Jeferson pegou; Bruno Mota converteu e colocou o Treze à frente no placar. Daí para a frente, todos converteram: Everton Heleno, Luis Gustavo e Mário Sérgio para o Belo, e Ermínio, Edson Carioca e, por fim, Nilson Júnior, que marcou o gol definitivo, o da classificação.

Com a classificação para a decisão, o Treze também garante vaga na Copa do Brasil do próximo ano. O Galo e seu arquirrival, o Campinense, vão ser os representantes paraibanos na competição nacional. Quem for campeão paraibano vai carimbar também o passaporte para a Copa do Nordeste de 2021.

Acostumado a representar, nos últimos anos, a Paraíba na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste, o Botafogo-PB está fora da competição nacional. E, no Nordestão, vai ter que disputar a fase preliminar em busca de uma vaga na fase de grupos. Pelo regulamento do Campeonato Paraibano, o campeão estadual (Campinense ou Treze) garante vaga direto na fase de grupos da competição regional, enquanto que, entre os demais times, o melhor colocado do estado no Ranking de Clubes da CBF, vai para a fase preliminar. Como o Belo é o melhor paraibano no ranking nacional, fica com essa vaga. (*) GloboEsporte.com

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário