Garota de 10 anos com suspeita de covid deixa bilhete para garis tomarem cuidado

Renata Gaspar Kuhn escreveu o bilhete e contou com a ajuda da mãe para orientar os garis. Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal. 
A garota de 10 anos Renata Gaspar Kunh está com suspeita de coronavírus e para garantir que os coletores de lixo do seu bairro não sejam infectados pela doença decidiu escrever um bilhete, com um alerta para quando fossem manusear o material. 

A menina é moradora de São José, cidade próxima à Florianópolis, Santa Catarina. Ela escreveu o bilhete e contou com a ajuda da mãe para colar o alerta no lixo. A atitude da garota foi amplamente compartilhada nas redes sociais.

O texto do bilhete dizia: "Cuidado — l ixo possivelmente contaminado. Bom trabalho !". O teste feito pela garota ainda não confirmou se ela foi infectada pela covid-19. A mãe da menina declarou em entrevista ao NSC Total que a menina começou a sentir dor de cabeça, de garganta e no abdômen desde a última terça-feira (14).

A menina chegou a ficar internada, já que havia suspeita da doença.Desde então, Renata e a mãe seguem em isolamento social para evitar a disseminação do vírus. A mãe da menina higieniza o lixo antes de descartar o produto e havia feito isso no dia em que a menina pediu para escrever o bilhete.

A mãe narrou o diálogo com a filha em entrevista: " "mas, mãe, os garis que vão mexer no nosso lixo não sabem que a gente pode estar contaminado com covid. Como é que a gente vai fazer?". A mãe respondeu dizendo que os profissionais do descarte de lixo usam luvas, mas a menina insistiu "não, mãe, mas a gente precisa avisá-los. Eles são também o amor de alguém"(*) IG - Último Segundo

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário