Corpo do deputado Genival Matias será velado na ALPB até as 10h desta segunda

O corpo do deputado estadual Genival Matias (foto) será velado no hall de entrada da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) das 03h da madrugada até as 10h da manhã desta segunda-feira (20). Em seguida, o corpo será levado para Juazeirinho, no Seridó paraibano, onde o velório terá continuidade no ginásio de esportes da escola Marechal Almeida Barreto.
 

O sepultamento acontecerá na terça-feira (21). A primeira hora do velório na ALPB será reservada apenas para familiares e em seguida será aberto para amigos e demais pessoas. 

A ALPB seguirá todos os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19, com a disponibilização de dispensers de álcool em gel, tapetes sanitizantes e aferição de temperatura. Também só poderá permanecer no local os familiares do deputado. As demais pessoas, que quiserem prestar a última homenagem a Genival, apenas poderão passar pela hall da Casa, entrando pela entrada principal e saindo pelo acesso à Assembleia da avenida Duque de Caxias. 

Luto 

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) decretou luto de sete dias e suspendeu as atividades por mesmo período, por conta do falecimento de Genival Matias, que estava em seu terceiro mandato e ocupava a 1ª vice-presidência do Poder Legislativo Paraibano. Ele morreu neste domingo em Pernambuco, após sofrer um mal súbito e cair de um Jet ski.

Ao longo do dia, diversos deputados e assessores da ALPB prestaram homenagens ao parlamentar. “Neste momento de dor para toda a família, nos solidarizamos com os familiares e amigos de Genival, um grande político do nosso Estado, que deixa grandes lições e um legado de trabalho e luta pelo povo da Paraíba”, disse o presidente da ALPB, Adriano Galdino. 

Genival tornou-se deputado estadual em 2010, pelo Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB), foi reeleito em 2014 e chegou ao terceiro mandato em 2018 com 26.777 votos, pelo Avante, partido que ocupava a presidência estadual. 

Empresário do ramo da mineração e da construção civil, herdou a política de seu pai, o juiz federal Genival Matias, que foi vice-prefeito de Juazeirinho, no Seridó paraibano. Era irmão do atual prefeito de Juazeirinho, Bevilacqua Matias. (*) Agência ALPB

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário