Ação conjunta prende homem que assaltou estabelecimento comercial em Alagoinha, PB


Policiais Civis da 8ª DSPC (Delegacia Seccional de Polícia Civil) em Guarabira, com o apoio de Policiais Militares do 4°BPM, prenderam nesta segunda-feira, 13, um homem contra o qual já havia quatro mandados de prisão preventiva. 

“Após o trabalho investigativo, os policiais envolvidos na prisão conseguiram localizar o indivíduo, autor de roubo qualificado ocorrido na cidade de Alagoinha. Na ocasião foi subtraída a quantia de R$ 69 mil Reais de um estabelecimento comercial. No momento da prisão ele foi encontrado com diversas ferramentas utilizadas para arrombamentos e também apresentou uma CNH falsa”, disse o delegado Felipe Castellar, da Seccional de Polícia Civil em Guarabira.

Em continuidade às diligências foi possível fazer sua identificação correta, sendo então verificado que contra o mesmo existem quatro mandados de prisão preventiva, expedidos pela Justiça do Estado de São Paulo, por crimes de furtos qualificados praticados pelo indivíduo naquele Estado. “Após as informações coletadas pelos policiais o indivíduo foi autuado em flagrante pelo uso de documento falso e cumpridos os mandados de prisão preventiva”, concluiu. 

Em outra ação conjunta no final da tarde da segunda-feira, 13, os policiais civis e militares de Guarabira realizaram a prisão de dois homens transportando drogas ilícitas na cidade de Alagoa Grande. “Na ocasião da prisão eles foram abordados ainda na cidade de Alagoinha, e após perseguição, foram presos em Alagoa Grande portando porções de maconha,  cocaína e crack”, disse o delegado.

As ações foram coordenadas pelo delegado Felipe Castellar (8ª DSPC) e pelo Ten. Cel Gilberto Felipe (4º BPM) com sede em Guarabira.

A população pode colaborar com a Polícia Civil fazendo qualquer tipo de denúncia através do disque-denúncia pelo número 197. A ligação é gratuita e será garantido o anonimato do denunciante ou da denunciante.

(*) Polícia Civil da Paraíba / Assessoria de Comunicação. 
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário