Marcus esclarece medidas e rechaça quem usa pandemia para fazer politicagem: “pior do que a covid é a covardia”

A coletiva de imprensa aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde. Foto: Codecom.  
O prefeito em exercício de Guarabira, Marcus Diogo (PSDB), disse em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (4) que meia dúzia de pessoas estão usando a pandemia do novo coronavirus para fazer politicagem. O evento teve como a finalidade esclarecer as últimas ações realizadas pela prefeitura acerca das prevenções adotadas contra a proliferação do vírus, mas o gestor aproveitou o momento para fazer um desabafo, em razão dos constantes ataques, pelos quais o mesmo vem sendo alvo, advindos de alguns setores da oposição na cidade.   

- Meia dúzia de pessoas que estão tentando politizar essa questão tão séria, estão fazendo um desserviço à população de Guarabira, com inverdades, deixando a população em polvorosa (...) Pior do que a covid é a covardia, - rebateu Marcus.


Ainda em relação aos oposicionistas que querem atribuir o surgimento de casos de coronavirus na cidade ao prefeito por ter reaberto o comércio essencial, Marcus disse que muito antes da reabertura das lojas de produtos não essenciais, o comercio essencial já estava aberto por força de portarias federal e municipal, como supermercados, padarias, borracharias, postos de combustíveis, lojas de construção. Além das grandes aglomerações nas filas da agência da Caixa Econômica Federal e das Lotéricas devido ao pagamento do auxílio emergencial.

Juntamente com o prefeito Marcos Diogo, integraram a mesa solene, a secretária de Saúde Fernanda Macedo, o secretário de Indústria e Comércio Robério Arnaud, o presidente da ACEG (Associção Comercial e Empresarial de Guarabira) Gilson Cândido, o diretor-executivo da Guaraves Veronildo Coutinho e o advogado da Guaraves, Dr. Fábio.

Antes, na abertura da coletiva, o prefeito Marcus Diogo, leu uma nota emitida por ele, à população guarabirense, onde esclarece os últimos fatos acerca da pandemia na cidade e diz renovar a responsabilidade da gestão com população guarabirense.

Veja a íntegra da nota

NOTA

A Prefeitura Municipal de Guarabira, analisando a origem dos últimos casos de COVID-19 registrados no território do município, realizou reunião com equipe técnica da Guaraves Alimentos Ltda., onde tomou conhecimento de todas as medidas adotadas pela empresa desde o dia 16/03/2020 e identificou o respeito a todas as normas técnicas dos órgãos de controle e segurança, inclusive da ANVISA (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária). Salienta-se ainda, que a empresa também tem controle interno do Ministério da Agricultura bem como dos órgãos federais de controle e segurança do trabalho, algo que reforça o controle de qualidade e segurança da empresa.

Ocorre que, mesmo diante das varias medidas de segurança e controle, o aparecimento de casos é um fato que requer uma atenção e acompanhamento ampliado da Secretaria de Saúde, paralelamente a todas as medidas já adotas pela empresa. Por tal razão, foi expandido o serviço de monitoramento de seus funcionários, principalmente os casos sintomáticos, sobretudo quanto à notificação destes casos e a obrigatoriedade da quarentena de 14 (catorze) dias, assim como notificação de obrigatoriedade, pelos meios legais inclusive, deste período de isolamento.

Convém reforçar que a empresa Guaraves integra o Setor Secundário da economia, atuando na produção de bens de consumo de natureza essencial e com regras específicas de funcionamento definidas pelos órgãos governamentais estaduais e federais, exercendo, assim, uma função social fundamental, algo que precisa ser considerado num contexto de saúde e economia que estão entrelaçadas e precisam ser vistas como complementares e não como divergentes.

Importante explicitar, outrossim, que nenhum dos casos positivos tem relação com a abertura do comércio guarabirense, tanto pelo tempo de origem dos sintomas, quanto pelo histórico do contágio e transmissão da doença. A abertura do comércio ocorreu no dia 20/04/2020, abrangendo apenas alguns setores, tendo em vista que todos os demais ramos de atividades já estavam funcionando por comercializarem itens essenciais, a exemplo de supermercados, padarias, etc, amparados por normativas estaduais e federais. Ainda, realçar que essa abertura ocorreu mediante ações de prevenção acordadas entre os próprios comerciantes e comerciários, que inclusive são parceiros da edilidade na conscientização da população. Além disso, pelo órgão técnico de saúde do município foi analisada a taxa de ocupação de leitos no Estado, mediante orientação dada pelo Ministério da Saúde, quanto ao relaxamento das medidas restritivas de isolamento. Aquilo que pouco tem se falado, é que todos os casos positivos estão acompanhados e encontram-se estáveis apenas com sintomas leves.

A Prefeitura Municipal de Guarabira agradece aos que tem compreendido que a responsabilidade para se vencer esse vírus tem de ser obrigatoriamente compartilhada por todos, onde a consciência e educação são fundamentais, para fins de evitar aglomerações e manter o distanciamento social seletivo, indo ao comércio somente para a aquisição de algo de extrema necessidade, evitando, assim, a exposição de idosos, crianças e pessoas com comorbidades associadas.

Renova-se a responsabilidade da Gestão Municipal com todos os guarabirenses, tendo como norte agir firmemente para proteger a saúde física, mental e econômica de todos os nossos munícipes.

Guarabira-PB, 04 de maio de 2020

MARCUS DIOGO DE LIMA
PREFEITO EM EXERCÍCIO



Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário