Internada com covid-19, atriz Daisy Lúcidi morre aos 90 anos

Daisy Lúcidi. Foto: Luzia Dantas / Cartaz Z Notícias. 
Internada desde 25 de abril por causa da covid-19, a atriz Daisy Lúcidi, de 90 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (7/5), no Rio de Janeiro. Ela estava no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital São Lucas, em estado grave, porém estável, e respirava com a ajuda de aparelhos.

A informação da morte da atriz é do sobrinho dela, Cau Mendes. Ele postou uma homenagem para Lúcidi no Facebook (veja abaixo). “A paixão pela vida realmente a movia! Profissionalmente foram muitas paixões que sempre soube desenvolver com maestria: A paixão pelo rádio, teatro, TV, paixão pela música que tanto divulgava, pelas novelas, pelo cinema... Enfim, paixão pela comunicação, pela arte!”, diz um trecho do texto.

De acordo com a TV Globo, Lúcidi integrou o primeiro elenco de atores da Rádio Globo e estreou na tevê em 1960. Como radialista, comandou, durante 46 anos, o programa Alô Daisy, na Rádio Nacional.

A última participação em novelas na emissora foi em Geração Brasil, em 2014. A primeira foi O homem proibido, em 1967. Também trabalhou em Supermanoela (1974), Bravo (1975) e o Casarão (1976).

Após um período de 30 anos na política, ela voltou a atuar em 2007 em Paraíso tropical. A atriz também fez parte do elenco de Passione (2010) e, em 2013, fez uma participação em Tapas & beijos. (*) Correio Brasiliense


Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário