Em Brasília: Camila Toscano integra comissão nacional que formula políticas públicas de combate à violência contra mulher

 
A deputada estadual e presidente da Comissão dos Direitos das Mulheres na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Camila Toscano (PSDB), integrou, na manhã desta segunda-feira (4), a comissão responsável em definir quais as propostas nas áreas de Combate ao Suicídio e Automutilação, Violência Contra a Mulher e Sistema Único de Segurança Pública da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

A reunião foi realizada na sede da Unale, em Brasília, e analisou 71 propostas que foram apresentadas nos cinco seminários realizados pelo país. “Estivemos avaliando os projetos e ao longo de toda manhã unificamos e encaminhamos para Fundação Getúlio Vargas para a elaboração de política pública diretiva nestas searas. Vamos construir uma mobilização nacional no combate a violência contra a mulher e na luta por mais segurança”, esclareceu a parlamentar.
                                                                                        
Além da deputada Camila Toscano participaram deste encontro a secretária adjunta da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres, Roseane Cavalcante; a vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, presidente da Comissão da Mulher das Família e do Idoso, deputada estadual Alessandra Campêlo; o presidente da Unale, deputado Kennedy Nunes.

Propostas – A parlamentar paraibana apresentou propostas como a realização de um trabalho nas escolas, desde a infância, sobre a Lei Maria da Penha, a Lei do Feminicídio e outros mecanismos de proteção à mulher, além da inclusão de uma disciplina que aborde o tema violência doméstica domiciliar nas escolas e de discussões sobre a violência contra a mulher gestante e a mulher idosa.

Estão na lista ainda a garantia de um percentual de vagas em cursos profissionalizantes voltadas para mulheres em condição de violência doméstica; uma Lei que dê prioridade à mulher na espera para retirar que retirar documentos, pois muitas mulheres fogem e os maridos ficam com os seus documentos; além da implementação de cursos e políticas públicas para que possam capacitar as mulheres visando oportunizá-las a possuírem a sua fonte de renda para conseguirem se manter.

Agenda – Ainda na capital federal, a deputada Camila Toscano participa de um curso ministrado pelo Diretor da Rede Internacional de Excelência Jurídica do Distrito Federal, Elias Lacerda, com o tema “Escuta Acolhedora”.

Ascom
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário