Comunicador é detido pela PF em operação que investiga crimes administrativos na prefeitura de Cabedelo (PB)

Rádio e TV - O comunicador Fabiano Gomes investigado, na Operação Xeque-Mate da Polícia Federal (PF), foi detido pela PF na manhã desta quarta-feira (22), em João Pessoa.

O desembargador João Benedito expediu o mandado de prisão preventiva no âmbito das investigações dos crimes relacionados à administração do município de Cabedelo.

A primeira fase da operação foi deflagrada no dia 3 de abril pela PF e pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) com objetivo de desarticular um esquema de corrupção na administração pública de Cabedelo/PB, no âmbito dos poderes executivo e legislativo municipal.

Na época foram cumpridos 11 mandados de prisão preventivas, 15 sequestros de imóveis e 36 de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal de Justiça da Paraíba. Além dos mandados, a justiça decretou o afastamento cautelar do cargo de 85 servidores públicos, entre eles o prefeito de Cabedelo, Leto Viana (PRP), o vice-prefeito e o presidente da Câmara Municipal.

No dia 19 de julho, a Polícia Federal foram cumpriu quatro mandados de busca e apreensão e sequestro de aplicações e ativos financeiros no valor de até R$ 3.162.840,29 (três milhões, cento e sessenta e dois mil, oitocentos e quarenta reais e vinte e nove centavos), com o objetivo de ressarcir os cofres públicos. Um dos alvos foi a residência e o escritório do radialista.

T5
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário