Camila cobra divulgação oficial de violência doméstica e ações concretas de enfrentamento

NA ASSEMBLEIA - A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) cobrou, nesta terça-feira (2), que o Governo do Estado divulgue, semanalmente, ...

NA ASSEMBLEIA - A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) cobrou, nesta terça-feira (2), que o Governo do Estado divulgue, semanalmente, as estatísticas de violência doméstica no Estado para que os órgãos competentes possam adotar medidas de prevenção. Dados apontam que apenas neste feriadão a Polícia Militar atendeu 95 chamados de violência contra mulher. “Não precisamos apenas de debates e mais debates, carecemos de ações concretas de enfrentamento a essa violência crescente”, disse.

“É preciso que o Governo do Estado divulgue essas estatísticas para que os órgãos competentes tenham conhecimento e possam tomar providências no sentido de prevenir as agressões realizadas todos os dias no nosso Estado. Temos que tratar desse tema na Assembleia Legislativa”, disse a deputada.

Conforme dados da Segurança Pública, mais da metade dos casos foram registrados na região metropolitana de João Pessoa, com 60 chamados, sendo 36 na Capital, sete em Santa Rita, cinco em Bayeux e dois em Cabedelo.

A cidade de Campina Grande também teve um número expressivo de chamados, com 17 solicitações nos bairros do Catolé, Castelo Branco, Acácio Figueiredo, Cruzeiro, Três Irmãs, José Pinheiro, Santo Antônio, Pedregal, Alto Branco e Bodocongó. Em um dos casos, no Pedregal, a PM conduziu um homem que, após uma discussão, agrediu a mulher com um pedaço de madeira.

Outro problema destacado pela parlamentar é quanto a falta de divulgação do número de estupros na Paraíba. “Temos também esse grande problema nos números reais dos casos de estupro no Brasil, principalmente na Paraíba, já que a subnotificação deste tipo de crime é extremamente elevada. É essencial termos conhecimento desses números que crescem a cada dia. Precisamos também da punição dos criminosos e incentivo para que as mulheres denunciem, mas para isso, elas precisam sentir segurança de que nada vai acontecer”, destacou a deputada.


Assessoria

LEIA TAMBÉM

POLITICA 1356713813192363487

Postar um comentário

emo-but-icon

VÍDEO / trailler

Em CARTAZ nos CINEMAS!

Curta nossa FanPage

PLUGADOS NO TWITTER

Mais Lidas

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

item