Morre em Recife aos 88 anos Dom Marcelo - primeiro bispo de Guarabira

Corpo virá à capital do Brejo. 

Morreu no início da noite deste sábado, 25, em Recife, capital pernambucana, aos 88 anos de idade, Dom Marcelo Pinto Carvalheira; ex-bispo da Diocese de Guarabira, por 20 anos e arcebispo da Arquidiocese da Paraíba, por quase 10 anos.

Muito querido pelos guarabirenses,  que testemunharam as suas ações sacerdotais e de causas sociais em favor das pessoas carentes da sua diocese, a Prefeitura de Guarabira tinha iniciado, recentemente, um projeto de homenagens ao religioso ainda em vida.

Corpo também virá à Guarabira, confirma Pascom da Diocese local

"O corpo de Dom Marcelo Pinto Cavalheira será velado neste domingo, a partir das 10h, na Catedral da Sé, em Olinda-PE. Haverá missa de corpo presente às 16h e, em seguida, o corpo seguirá para Diocese de Guarabira que terá previsão de chegada às 21hs (domingo) onde passará a noite em vigília na Catedral com as suas respectivas homenagens do povo de Deus para o seu primeiro pastor.

Às 6hs da Manhã da segunda-feira missa de corpo presente e despedida de Dom Marcelo presidida pelo Administrador Diocesano Monsenhor Nicodemos e concelebrada pelos padres presentes, em seguida o corpo será levado para a Catedral de [Nossa Senhora das Neves] João Pessoa onde terá as suas honras, e, às 16h da segunda-feira,  será seu sepultamento [no Cemitério da Boa Sentença] . " (Pascom)

 A notícia do falecimento de Dom Marcelo foi dada pelo administrador diocesano Monsenhor Nicodemos e publicada pela Pascom diocesana;  confira

Dom Marcelo 1º bispo de Guarabira parte para Casa do Pai.

É com muito pesar, que o Administrador diocesano de Guarabira o Monsenhor Nicodemos, nos informou que na noite de hoje, faleceu na Solenidade da Anunciação do Senhor o Bispo Dom Marcelo Pinto Cavalheira com 88 anos na cidade de Recife-PE, primeiro bispo da Diocese de Guarabira.

Dom Marcelo, foi ordenado padre no dia 28 de fevereiro de 1953, em Roma. Como padre, foi Professor de Teologia no Seminário de Olinda; Diretor Espiritual do Seminário; primeiro reitor do Seminário Regional do Nordeste Olinda; Assistente Eclesiástico da Ação Católica e Subsecretário do Regional Nordeste II da CNBB.

Neste período, Dom Marcelo foi um dos mais importantes colaboradores de Dom Hélder Câmara. Durante o regime militar no Brasil, defendeu os líderes católicos perseguidos, sendo ele mesmo preso e torturado.

Foi nomeado bispo auxiliar da Paraíba, recebendo a sé titular de Bitilio, que abrangia 25 cidades, em 29 de outubro de 1975, sendo ordenado bispo, aos 47 anos, em 27 de dezembro de 1975, pelas mãos de Dom Helder Pessoa Câmara, Dom Aloísio Lorscheider e Dom José Maria Pires.

Em 9 de novembro de 1981, aos 53 anos, foi designado bispo da recém criada Diocese de Guarabira, na Paraíba. Em 29 de novembro de 1995 foi designado para ser Arcebispo da Arquidiocese da Paraíba, múnus que exerceu até 5 de maio de 2004.

Como bispo e arcebispo, foi membro da Comissão Episcopal de Pastoral da CNBB Nacional (1987-1991 e 1995-1998), responsável pelo setor Leigos e CEBs; Vice-Presidente da CNBB Nacional (1998 a 2004). Participou do Sínodo dos Bispos sobre os Leigos e da Quarta Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano, em Santo Domingo. Foi delegado à Assembléia Especial do Sínodo dos Bispos para a América por eleição da Assembléia da CNBB e confirmado pelo Papa João Paulo II (1997).

Desde já rezemos pela alma de nosso amado bispo Dom. Marcelo e que Deus o receba no seu Reino. (Pascom)
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário