Hamilton vence chuvoso GP do Brasil; Massa se despede da F1

Interlagos foi o cenário de um domingo (13) bastante chuvoso, caótico, mas emocionante. As condições críticas da pista em razão do volume ...

Interlagos foi o cenário de um domingo (13) bastante chuvoso, caótico, mas emocionante. As condições críticas da pista em razão do volume de água que desabou na região do circuito desde a noite do último sábado tornaram o GP do Brasil o mais lotérico de toda a temporada 2016 do Mundial de F1. Com os pilotos andando no fio da navalha e com uma margem de erro muito grande, todo cuidado era pouco. No fim das contas, brilhou mais forte a estrela de Lewis Hamilton. Depois de largar na pole-position, o britânico foi cerebral e controlou a prova sem ser ameaçado, mesmo depois de duas bandeiras vermelhas que acabaram por juntar o pelotão. O tão sonhado triunfo no GP do Brasil, além de isolar Lewis como o segundo maior vencedor da história da F1, adiou a decisão do título para daqui a duas semanas, em Abu Dhabi.

Nico Rosberg pouco pode fazer diante de uma corrida tão contundente por parte do rival. Restou ao alemão se conformar com o segundo lugar, que saiu no lucro depois de o alemão disputar posição com Verstappen e chegar a ser ultrapassado pelo holandês da Red Bull. Assim, a vantagem de Nico caiu de 19 para 12 pontos com a etapa de Abu Dhabi para encerrar a temporada 2016. Agora, Rosberg tem 367, contra 355 de Lewis. O alemão precisa terminar a última corrida do ano em terceiro lugar, independente do resultado do rival, para ser campeão do mundo.

Felipe Massa não completou a corrida depois de ter sido mais uma das vítimas da Curva do Café ao perder o controle do seu carro na pista molhada e bater no guard-rail. Mas tão logo desceu do carro, o brasileiro foi ovacionado pela torcida nas arquibancadas na sua despedida de Interlagos. Numa cena nunca antes vista na F1, Felipe pegou a bandeira do Brasil e foi aplaudido por todos no pit-lane, levando as lágrimas o próprio piloto e emocionando o mundo do esporte. E o xará Felipe Nasr, em casa, fez sua melhor corrida na temporada. O brasiliense figurou na zona de pontuação em praticamente toda a prova e garantiu os primeiros tentos da Sauber em 2016.

Max Verstappen, numa atuação exuberante, brilhou do começo ao fim em Interlagos e só não fez mais em razão das decisões equivocadas da Red Bull na estratégia. Ainda asim, o holandês garantiu um grande terceiro lugar e subiu ao pódio mais uma vez neste ano, com Sergio Pérez terminando em quarto lugar e Carlos Sainz fechando o top-5 em São Paulo. (De Grande Prêmio)

LEIA TAMBÉM

ESPORTE 6883706045442438199

Postar um comentário

emo-but-icon

VÍDEO / trailer / Cinema

Em CARTAZ nos CINEMAS!

Curta nossa FanPage

PLUGADOS NO TWITTER

Mais Lidas

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

item