Brasileira sofre estupro coletivo na Itália e até outra mulher a abusou

Crime com carioca também deu o que falar.Mulher brasileira foi estuprada coletivamente Mulher brasileira foi estuprada coletivamente.  I...

Crime com carioca também deu o que falar.Mulher brasileira foi estuprada coletivamente Mulher brasileira foi estuprada coletivamente. 

Imagem ilustrativa. 
Um dos crimes que ainda é muito forte na sociedade, mas que as vezes acaba sendo apaziguado, não falado ou esquecido é o de estupro. No Brasil e no mundo mulheres são violentadas sexualmente todos os dias. Além disso, ainda existe a chamada "cultura do estupro", que significa que as próprias pessoas, muitas vezes até mesmo as mulheres, usam de expressões machistas ou acabam acusando a própria vítima pelo crime contra ela. A roupa usada, uma maquiagem ou o fato de estar andando sozinha acaba virando uma justificativa para o abuso sexual. 

De acordo com uma reportagem publicada nesta segunda-feira, 03, pelo site da Revista Veja, uma brasileira de quarenta e oito anos acabou sendo abusada sexualmente fora de seu país. Segundo a reportagem, a mulher, que não teve o nome identificado sofreu um estupro coletivo em um barraco pelo de uma estação de trem na periferia de Roma, na Itália. A vítima acabou sofrendo muito. O #Crime de abuso sexual teria acontecido no último dia 25 de setembro, no entanto, apenas agora acabou sendo divulgado pela polícia italiana. 

A Polícia só divulgou agora as informações porque encontrou os suspeitos do crime. A entidade não havia informado antes para não atrapalhar o fato de encontrar as pessoas responsáveis pelo estupro. Os suspeitos já foram presos. São eles um argelino de 27 anos, um tunisiano de 31 e uma romena de 23, namorada de um dos agressores. Ela também teria participado ativamento dos estupros, ajudando a abusar sexualmente da brasileira. 

Ao que se sabe, a vítima que nasceu no Brasil acabou entrando em estado grave no pronto-socorro. Ela alegou que foi muito espancada na estação de trem. Depois de apanhar muito, ela foi sequestrada e levada para um outro local, quando foi violentada pelos homens e pela mulher por se recusar a fazer sexo com eles. A brasileira foi estuprada até desmaiar. Durante os atos, ela teve as mãos amarradas para trás. 

A vítima havia dado entrada no pronto-socorro em estado grave, alegando ter sido espancada, sequestrada e violentada pelo grupo por se recusar a fazer sexo com os homens. Com as mãos amarradas para trás, ela foi estuprada até desmaiar. Ao acordar, ela estava sangrando muito, mas os estupradores dormiam, o que facilitou a fuga da vítima.  (De Blasting News)

LEIA TAMBÉM

POLICIAL 4186067471086869549

Postar um comentário

emo-but-icon

VÍDEO / trailler

Em CARTAZ nos CINEMAS!

Curta nossa FanPage

PLUGADOS NO TWITTER

Mais Lidas

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

item