VÍDEO: Tiros matam candidato a prefeito de Itumbiara (GO) e ferem vice-governador

José Gomes e José Eliton participavam de uma carreata de campanha; estado de saúde do vice é estável e ele não corre risco de morte.  J...

José Gomes e José Eliton participavam de uma carreata de campanha; estado de saúde do vice é estável e ele não corre risco de morte. 


José Gomes, de vermelho e José Eliton, do seu lado direito.
(Foto: Reprodução / TV Anhanguera). 
O candidato à Prefeitura de Itumbiara (GO) José Gomes da Rocha (PTB) morreu na tarde desta quarta-feira (28/9), após ser baleado enquanto participava de um ato de campanha. Gomes chegou a ser socorrido, mas não resistiu a um sangramento profundo e morreu no hospital.

O governador em exercício de Goiás, José Eliton Júnior (PP), também foi alvejado no abdômem. Ele foi encaminhado para uma unidade de saúde em Itumbiara, onde foi submetido a uma cirurgia. À noite, ele foi transferido em uma UTI aérea para o Hospital de Urgências Doutor Otévio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia. Seu estado de saúde é estável e ele não corre risco de morte.

De acordo com o Governo do estado, os dois políticos estavam em um carro de som quando um homem em um veículo surgiu atirando. O policial militar Vanilson Rodrigues e o advogado da Prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende, também foram atingidos. O primeiro morreu e o segundo foi encaminhado para o Hugol. O atirador, identificado como Gilberto Ferreira do Amaral, foi morto por um segurança do candidato a prefeito.

A carreata contava ainda com a participação do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), relator do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff na Câmara. Ele definiu o ataque como um "ato de covardia absoluta".

Gomes já foi prefeito de Itumbiara por duas gestões, entre 2005 e 2012. Antes, já havia sido eleito quatro vezes para o cargo de deputado federal, tendo trabalhado no Congresso Nacional de 1989 a 2003. Em 2014, foi condenado por improbidade administrativa por soterrar duas lagoas que ficavam em uma área de preservação ambiental.

Por conta da condenação, quase teve sua candidatura impugnada. O registro só foi homologado no dia 9 de setembro deste ano. À época, o juiz Flávio Fiorentino, da 16ª Zona Eleitoral, decidiu aprovar o nome de Gomes para as eleições argumentando que, apesar de haver processos contra o ex-prefeito, não existe nenhuma condenação por enriquecimento ilícito contra ele.

Já Eliton está no segundo mandato como vice-governador de Goiás e acumula o posto de secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária. Atualmente, ele está substituindo interinamente o governador Marconi Perillo (PSDB), que está em uma missão comercial nos Estados Unidos. Em razão do atentado, Perillo já iniciou os procedimentos para voltar ao Brasil imediatamente, segundo informou o Governo de Goiás. Inicialmente, a volta do governador estava prevista para o próximo sábado (1º/10).

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, emitiu uma nota oficial, dizendo que "repudia veementemente o atentado" e "lamenta profundamente as mortes". "O atentado foi uma afronta à democracia. É inaceitável que a violência se sobressaia aos anseios e à liberdade de escolha da população", afirmou. (De Correio Brasiliense)



LEIA TAMBÉM

POLITICA 347932872497327334

Postar um comentário

emo-but-icon

VÍDEO / trailer / Cinema

Em CARTAZ nos CINEMAS!

Curta nossa FanPage

PLUGADOS NO TWITTER

Mais Lidas

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

item