GREVE NOS BANCOS: Procon detecta irregularidades em seis cidades da PB e irá ingressar na Justiça para garantir atendimento

Foto: Assuero Lima / Correio da Paraíba.  O Procon Estadual vai ingressar amanhã com ação coletiva na Justiça, solicitando que as agênci...

Foto: Assuero Lima / Correio da Paraíba. 
O Procon Estadual vai ingressar amanhã com ação coletiva na Justiça, solicitando que as agências bancárias disponibilizem envelopes para depósitos e cédulas para saques nos bancos da Paraíba e que a população fique isenta de multas e juros em caso de atraso nos pagamentos no período da greve dos bancários. O Sindicato dos Bancários da Paraíba informou que desconhece a interrupção dos serviços.

A superintendente do Procon Estadual, Késsia Bezerra, informou que o órgão fiscalizou ontem instituições bancárias de seis cidades paraibanas. “Constatamos que em algumas não havia envelopes para depósitos, os caixas eletrônicos estavam com o serviço ‘depósito’ indisponível e outros sem cédulas”, afirmou. A situação também foi confirmada pela reportagem do Jornal Correio da Paraíba.

Na tentativa de se livrar das filas, a população começou a procurar os caixas eletrônicos ontem a partir das 7h30 para realizar saques e depósitos, mas já não tinha mais envelopes nem no Banco do Brasil e nem no Santander da Praça 1817. E a opção “depósito” também não constava nos caixas eletrônicos do BB.

O vendedor autônomo Sueldo Bezerra foi uma das pessoas prejudicadas com a indisponibilidade dos serviços.

Rafael Alves Costa reclamou que na agência do Santander da Praça 1817 tinha a opção depósito nas máquinas, mas não tinha envelopes. “Isso é ruim, porque emiti uns cheques pré-datados e não vou ter como cobrir. Terei de voltar amanhã [hoje] para ver se consigo fazer o depósito”, comentou.

No entanto, o presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcelo Alves, afirmou que desconhece essa situação. “Tivemos informação apenas de uma agência do Santander que ficou com o serviço de saque indisponível, momentaneamente, porque a demanda foi maior que a quantidade de cédulas. Mas o reabastecimento foi feito em pouco tempo”, destacou.

"Eu ia fazer um depósito de R$ 900 para cobrir um cheque que entra amanhã (hoje), mas não tem nem envelope e nem a opção depósito. Também fui ao Pague Fácil, correspondente do BB, e disseram que não estava funcionando. Estou tirando as fotos para documentar e acho que vou entrar na Justiça se tiver prejuízo",  declarou o vendedor Sueldo Bezerra.

Pagamento deve ser feito na data

A população deve ficar atenta e realizar o pagamento de contas dentro do prazo de vencimento, pois, ao contrário de anos anteriores, os juros e as multas por atraso serão cobrados durante o período da greve dos bancários. A superintendente do Procon Estadual informou que o órgão vai à Justiça para tentar reverter essa situação.

“Mas, enquanto isso não acontece, o consumidor deve procurar outros meios para realizar seus pagamentos e não sair prejudicado”, destacou Bezerra. Ela ressaltou que o consumidor lesado com a indisponibilidade de qualquer serviço bancário pode procurar o Procon Estadual para realizar a denúncia e requer seus direitos.

Meios alternativos para evitar juros

A Associação de Defesa dos Consumidores lembra que os meios normais e alternativos para atendimento são: terminais de autoatendimento/caixas eletrônicos/rede Banco 24 Horas: depósitos, pagamentos, saques, transferências, DOCs, retiradas de talonários de cheques, créditos de celulares, etc.; bankfones e internet banking: por esses canais (telefone e internet) é possível realizar quase todos os tipos de operações bancárias, inclusive empréstimos; serviços de Atendimento ao Cliente (SAC) dos bancos: geralmente são números de discagem gratuita (0800), que deverão informar qual a agência ou posto bancário ativo nas proximidades da localidade do consumidor e outras informações.

Débitos automáticos: os débitos em conta corrente (débitos automáticos) são de responsabilidade exclusiva dos bancos, devendo ser efetuados regularmente, desde que haja saldo na conta.

Nos casos de conta-salário: só recebe créditos da empresa ou fonte pagadora e não pode ser utilizada para débitos decorrentes da quitação de contas de consumo, títulos, boletos bancários, impostos e taxas. (De Correio da Paraiba Online)

LEIA TAMBÉM

PARAIBA 2785991302032215308

Postar um comentário

emo-but-icon

VÍDEO / trailer / Cinema

Em CARTAZ nos CINEMAS!

Curta nossa FanPage

PLUGADOS NO TWITTER

Mais Lidas

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

item