Justiça manda preder homem acusado de abusar de meninas na porta de escola em Guarabira

- A delegada Cristiane solicitou a prisão preventiva do supeito 
(Foto: Reprodução / TV Portalmidia). 
Francisco de Assis de Souza (Fran), de 29 anos de idade, morador da Rua Projetada 2, Conjunto Antonio Amaro, na cidade de Cuitegi-PB, foi preso na tarde desta segunda-feira (09), acusado de ter praticado atos libidinosos contra crianças, alunas de uma escola particular do Bairro São José, na cidade de Guarabira-PB. Francisco de Assis compareceu à delegacia na semana passada e prestou depoimento, onde confessou ter molestado as menores, porém como não havia um flagrante foi liberado. Outras informações vindas de familiares apontam que o mesmo estaria passando por problemas de depressão.

A prisão preventiva dele foi solicitada pela delegada Cristiane Medeiros, titular da Delegacia da Mulher de Guarabira e decretada pela juíza Isabelle de Freitas Batista Araújo, da 2ª Vara de Guarabira, após o mesmo ter sido denunciado, na semana passada, por pais de alunas do Instituto Paulo Freire ou "Escola de Zagma" fazendo menção de como é conhecida a dona da unidade de ensino.

Conforme relatos de pais de algumas alunas à polícia, ele ficava numa moto, aguardando as meninas passarem para a escola, em seguida começava apalpar as garotas, especialmente àquelas que não estavam acompanhada por responsável.

A polícia chegou até o acusado por causa da placa  da motocicleta usada pelo mesmo, que foi filmada pelo circuito de câmeras de monitoramento da escola. As imagens foram gravadas há 20 dias. 

De acordo com a delegada, Fran está sendo enquadrado por estupro de vulnerável, onde, ainda, segundo a autoridade policial, ele cometeu atos libidinosos para isso. (Da redação com informações do Portalmidia.com)
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário