Por falta de apoio do PMDB contra denúncias, Veneziano pode deixar partido e Raniery minimiza especulação

O deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) comentou nesta quinta-feira (30) a informação da jornalista Lena Guimarães dando conta de uma possível saída do deputado federal Veneziano Vital do Rêgo do PMDB por falta de solidariedade de companheiros da legenda após as denúncias que tem sofrido nos últimos dias.

O parlamentar de Guarabira disse que já manifestou sua solidariedade ao ex-prefeito de Campina Grande tanto de forma pessoal, quanto pública.

“Já me manifestei solidário ao deputado Veneziano Vital do Rêgo e ao ministro Vitalzinho. Fiz isso de forma interna, a ele próprio, como de forma pública. Acredito que há interesses político-partidário, eu sei da política sórdida que Veneziano sofreu quando se colocou à disposição para disputar o cargo de governador. Agora está até suave pelo que ele já passou”, declarou.

Para Raniery, uma possível desfiliação de Veneziano do partido não passa de uma mera especulação política.

“Veneziano é um grande quadro do nosso partido, é um nome para disputar as eleições municipais do próximo ano, para disputar o governo em 2018. De minha parte, ele tem todo apreço, toda solidariedade e acredito que ele vai comprovar todo fato controverso nessas denúncias que estão sendo renovadas e requentadas”, disse.

De acordo com o peemedebista, o único fato novo nas denúncias contra Veneziano é de que elas chegaram à mídia nacional.

“Antes, essas denúncias estavam mais locais, o fato novo é que se deu na Folha de S.Paulo e que repercutiu nacionalmente. A imprensa local está repercutindo, mas isso é natural. Não acho que isso vá maculá-lo”, opinou.

Ele lembrou ainda que em toda a vida pública, Veneziano só foi filiado a dois partidos: o PDT e o PMDB. (Blog do Gordinho)
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário