Carta de servidores da saúde e segurança, da PB, clama por valorização e fala em “cansados e desmotivados”

Foto: Divulgação / BlogMarceloJosé. 
Servidores das áreas de saúde e de segurança pública do estado da Paraíba encaminharam ao Blog uma carta clamando ao Governo por valorização das mulheres e homens que estiveram na linha de frente da pandemia da Covid.

A Carta se refere ao grito dos “extenuados” servidores das duas áreas essenciais à sociedade paraibana. “CONCLAMAMOS à sociedade a valorizarem às mulheres e homens da Segurança Pública e Saúde da Paraíba. Estamos CANSADOS e cada vez mais DESMOTIVADOS.”, diz trecho da carta.

CARTA NA ÍNTEGRA 

GRITO dos extenuados servidores públicos estaduais da Segurança Pública e da Saúde da Paraíba

A  Segurança Pública e  a Saúde do Estado da Paraíba foram, INDISCUTIVELMENTE, as áreas MAIS EXPOSTAS durante a pandemia de COVID- 19, trabalhando diuturnamente e tendo muitos dos seus INTEGRANTES VITIMADOS, sem NENHUMA gratificação ou vantagem remuneratória durante todo este DURO período (muito pelo contrário,  nos últimos dias, a PMPB teve alguns direitos claramente suprimidos).

Para a nossa surpresa, o Governo da Paraíba, neste mês de dezembro, vésperas do SUPOSTO anúncio de reposição inflacionária , continua INDIFERENTE ao esforço hercúleo dos homens e mulheres das polícias e diversas áreas da saúde.

Passa-nos até a impressão de que QUEM FICOU MAIS PROTEGIDO, trabalhando remotamente em casa, será mais bem recompensado.

CONCLAMAMOS à sociedade a valorizarem às mulheres e homens da Segurança Pública e Saúde da Paraíba. Estamos CANSADOS e cada vez mais DESMOTIVADOS.

Ministério Público (MPPB), precisamos da sua indispensável ajuda para que se  CONSTATEM os DIVERSOS ABUSOS, de toda natureza, cometidos nestas importantes áreas do Estado. Além de pagarem as piores remunerações do país, ainda SUPRIMEM nossos mais básicos direitos (férias, valor do plantão extraordinário abaixo do previsto na Carta Magna, descanso, valor mensal da Produtividade SUS congelado há anos etc…)

(*) Créditos: Blog do Marcelo José


Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário