PL dá 'carta branca' a presidente do partido para acertar filiação de Bolsonaro

Partido havia anunciado filiação do presidente para dia 22, mas adiou devido a divergências em relação às negociações das seções estaduais. Bolsonaro não quer alianças com siglas rivais. 

Foto: Agência Brasil / Fábio Rodriguez Pozzebom. 
Os presidentes dos diretórios regionais do PL, reunidos nesta quarta-feira (17) em Brasília, deram ao presidente nacional da legenda, Valdemar Costa Neto, "carta branca" para acertar com Jair Bolsonaro os termos da filiação do presidente da República ao PL.

Em nota divulgada após a reunião, o partido informou que está "pronto e alinhado" para receber Bolsonaro. "O presidente nacional do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto, tem carta branca para conduzir e decidir sobre a sucessão presidencial e a filiação do presidente Jair Bolsonaro", diz o texto. Se acertada a filiação, o presidente disputará pela legenda a reeleição no ano que vem.

"O partido, unanimemente, entrega uma procuração ao presidente Valdemar para que ele trate com o presidente Bolsonaro, e todo mundo vai receber o presidente de braços abertos", declarou o senador Jorginho Mello (PL-SC), que participou da reunião.

O encontro aconteceu três dias após Costa Neto ter anunciado o adiamento da filiação do presidente Jair Bolsonaro à legenda.

No último domingo (14), por meio de nota, o PL informou que, por “comum acordo”, a cerimônia que selaria o ingresso de Bolsonaro na legenda tinha sido adiada. O evento estava marcado para o dia 22.

Políticos do PL afirmam que o cancelamento foi motivado por entraves em alianças nos estados para as eleições de 2022. (*) G1


Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário