Após encontro de Kassab com Lula, Romero vai a Brasília esclarecer como o PSD-PB irá se posicionar em 2022

Romero Rodrigues e Gilberto Kassab. Foto: Divulgação. 
O recente encontro do ex-ministro Gilberto Kassab com o ex-presidente Lula ligou o alerta de Romero Rodrigues, pré-candidato a governador da PB pelo PSD. Romero sinalizou que não teria como votar no petista. Outros integrantes do partido sinalizaram na mesma direção.

Então, no final de semana, Kassab manteve encontro com o ex-presidente Michel Temer, numa estratégia de se buscar um candidato de centro. Uma pauta está sendo montada, nos bastidores de Brasília, contra a polarização entre o lulopetismo e o bolsonarismo.

Nessa nova perspectiva, o ex-prefeito Romero embarca para Brasília, esta semana. Vai, de um lado, levar o recado que pretende ser o candidato a governador pelo PSD, mas descarta votar em Lula. Na verdade, sua tendência é votar mesmo no presidente Bolsonaro. O encontro com Kassab está programado para esta terça (dia 1).

Por enquanto não se fala em imposição. Mas, nos bastidores, a especulação é que, se não receber garantias de que o PSD não se aliará a Lula, em qualquer cenário, Romero deverá desembarcar do partido e buscar guarida numa legenda mais confiável aos seus planos.

Pelo que se comenta em Brasília, se um nome apoiado de centro, eventualmente apoiado pelo PSD, não decolar na disputa do próximo ano, a tendência será o partido liberar sua militância. Bem ao estilo Kassab. (*) BlogHelderMoura

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário