Guarabira: maioria dos vereadores reprova sessão remota na pandemia

Foto: Créditos / Plugados Na Noticia
Foto: Plugados Na Notícia. 
A Câmara Municipal de Guarabira seguirá com as sessões presenciais durante a pandemia do Coronavirus. Foi o que definiu a maioria dos vereadores, um total de 8, na plenária desta terça-feira (16/3). 7 vereadores defendiam que a sessão acontecesse de forma remota, na Casa Osório de Aquilo. O resultado foi apertadíssimo, como se pode ver.

A sessão foi realizada presencial, mas a votação, por reunião remota ou presencial, ocorreu internamente, pelo grupo de WhatsApp dos vereadores. Isto porque os vereadores Saulo de Biu (MDB) e Renato Meireles (PL) não puderam comparecer à referida plenária.

Votaram pela continuidade da sessão presencial o presidente Wilson Filho (PL), Jussara Maria (PSDB), Isaura Barbosa (PSD), Nal Fernandes (MDB), Josa da Padaria (CDN), Rosane Emídio (PROS), Ramon Menezes (MDB) e Raimundo Macêdo (PSDB).

Queriam que a plenária passasse a ser de forma on-line, Tiago do Mutirão (PSDB), Gerson do Gesso (PTB), Saulo de Biu (MDB), Renato Meireles (CDN), Zé do Empenho (PTB), Júnior Ferreira (PSDB) e Marcelo Bandeira (PTB).

Vale destacar que as últimas sessões da CMG, mesmo presenciais, já vinham acontecendo com algumas restrições, como, sem a presença do público na galeria. O vereador Wilson Filho (Wilsinho), em entrevista à imprensa, disse que deverá restringir ainda mais, podendo diminuir o número de servidores da Casa, bem como, o de assessores parlamentares, para apenas 1 (um) assessorando o 'seu' vereador.

Ainda. vale lembrar que, em sessões anteriores a Câmara aprovou que igrejas guarabirenses passem a ser atividades essenciais e reprovou retorno das aulas presenciais nas escolas da rede municipal de ensino.

Casos de Covid-19 - Quanto a situação da Covid-19 no município, os dados atualizados até ontem (16) mostram que os números de mortes subiram para 85, casos ativos agora são 166, casos confirmados: 5.547, notificados: 15.015, descartados: 7.393, recuperados: 5.296. Na avaliação do governo do estado, Guarabira encontra-se em 'bandeira laranja'.

A UPA Guarabira – Unidade de Pronto Atendimento, que é referência para os casos de Covid-19, teve que transferir, atualmente, pacientes para hospital de Campina Grande, devido a lotação momentânea dos leitos.

Vacina – Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, por meio de vídeo publicado nas redes sociais, a coordenadora de atenção básica em Saúde Fernanda Macedo comunica que,  Guarabira recebeu, até o presente momento, 5.040 doses e já vacinou 2.725 pessoas (1ª dose) mais 1.144 destas que já tomaram a 2ª dose; totalizando em 3.869 doses aplicadas. Um Drive-Thru está sendo realizado pela SMS priorizando a imunização de pessoas idosas de 70 a 79 anos de idade.

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário