Padrasto e enteado são condenados por fraude de mais de R$ 25 mil no auxílio emergencial na PB

Foto: Reprodução. 
Uma dupla foi condenada por fraude de mais de R$ 25 mil na obtenção de auxílio emergencial na cidade de Campina Grande, na Paraíba. Eles são padrasto e enteado e foram descobertos após investigação.  A condenação foi confirmada pela 6ª Vara da Justiça Federal após ação aberta pelo Ministério Público Federal (MPF). De acordo com os autos eles teriam se apropriado indevidamente de valores referentes a 42 benefícios do auxílio emergencial.

O Ministério Público Federal informou que, de 21 de março a 1º de junho de 2020, foram efetuados oito pagamentos indevidos e a fraude consistiu no cadastramento do pedido do auxílio em nome de vítimas, sem conhecimento delas. Da decisão, cabe recurso. Porém os dois condenados não poderão apelar em liberdade e continuam presos preventivamente pelo prejuízo de mais de R$ 25 mil aos cofres públicos.

A condenação em primeira instância estabeleceu cerca de cinco anos de prisão para cada um dos acusados, mais pagamento de multa de pouco mais de R$ 1.200 reais para cada um, conforme a decisão judicial. (*) T5


Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário