Cuitegi: decreto suspende convocação de concursados feita em fim de mandato e nova gestão foca no combate à Covid-19

A sede da Prefeitura de Cuitegi. Foto: Reprodução / Google Imagens. 
O prefeito de Cuitegi, Geraldo Serafim (PSDB), suspendeu por tempo indeterminado os atos de nomeação e posse, irregular, de candidatos aprovados em concurso público. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (04) no Diário Oficial do Município. A convocação ocorreu no término do mandato do ex-prefeito Guilherme Madruga (Cidadania), com o objetivo, [segundo Serafim], de atrapalhar a nova administração de Cuitegi.

Conforme o decreto ficou comprovado o elevado número de nomeações que foram publicadas nos meses de novembro e dezembro, durante a gestão exercida entre os anos de 2017/2020. O decreto assinado por Geraldo revela sobre a ausência de informações dos recursos financeiros do município, mostrando a preocupação do gestor com a folha salarial do mês de janeiro de 2020.

Geraldo, através do decreto, exige um levantamento (estudo) par identificar a previsão orçamentária dos cofres públicos de Cuitegi, diante das convocações realizadas pelo o ex-gestor. Com isso, leva-se em consideração a criação de vagas dos últimos 180 dias de gestão, pois, encontram-se eivadas (contaminadas) de ilegalidades, conforme a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Torna-se destaque no decreto, as dificuldades encontradas diante das convocações, necessitando o remanejamento de recursos públicos para o enfrentamento da COVID-19 em Cuitegi. Ressaltando que, a convocação de servidores para o serviço não essencial, poderá ter gastos desnecessários na Prefeitura, contrariando o interesse público de combate ao novo coronavírus.

Clique aqui e confira o decreto. 

Texto: créditos, Blog do Galdino 


Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário