Assembleia aprova pedido de informação de Camila sobre quantitativo de leitos de UTI e de enfermaria nos hospitais estaduais da PB

Para parlamentar, é necessário que o Poder Público apresente uma resposta precisa e eficaz sobre o quadro da saúde de nosso Estado. 
A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) durante sessão remota. Foto: Divulgação / Ascom. 
A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) solicitou ao secretário de Estado da Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, informações sobre o quantitativo de leitos de Terapia Intensiva e de enfermaria existentes nos hospitais estaduais da Paraíba, antes da pandemia causada pela Covid-19. A propositura (PI 495/2020) foi aprovada na sessão remota da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), na tarde desta quarta-feira (3).

Camila reforçou que os dados são importantes para saber o que vem sendo adicionado pela gestão estadual ao número de leitos que já existia no Estado. Ela lembrou que na semana passada, o Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) cobrou publicamente ao Governo a entrega dos 520 leitos para o tratamento da Covid-19, sendo 143 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 377 leitos de enfermaria, que constam no Plano Estadual de Contingência Covid-19, mas ainda não estariam disponíveis para a população.

Para parlamentar, é necessário que o Poder Público apresente uma resposta precisa e eficaz sobre o quadro da saúde de nosso Estado. “Diante da pandemia do novo coronavírus o nosso objetivo maior é com a vida, com a proteção e o bem dos paraibanos. Essa informação nos possibilita compreender a real situação do trabalho que vem sendo exercido e mais do que isso, apresenta clareza ao povo paraibano sobre o assunto. Não se pode ter dúvidas. É preciso transparência”, destacou Camila.

A tucana ressaltou ainda que o pedido de informação é uma maneira de acompanhar e fiscalizar as ações do Poder Executivo. Ela defendeu que essa é uma prerrogativa do Legislativo, que deve acompanhar e propor ações que possam contribuir com a melhoria da qualidade de vida da população. “É nosso dever acompanhar de perto o que diz respeito a essa pandemia e levar à população esclarecimentos sobre o trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado”, frisou.

Taxa de ocupação – Segundo o CRM-PB, dos 404 leitos de UTI prometidos pelo Governo do Estado, foram entregues 261, restando ainda 143 a serem instalados. Atualmente, a taxa de ocupação dessas unidades, conforme dados da Plataforma Gestão de Leitos da Secretaria Estadual de Saúde (SES), atualizados no dia de maio, é de 71%. Isso significa que dos 261 leitos disponíveis, 185 estão ocupados. No entanto, se já tivessem sido entregues os 404 leitos prometidos, a taxa de ocupação seria de 46%, restando mais da metade dos leitos ainda disponíveis. (*) Ascom

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário