PF prende duas pessoas por saques ilegais de R$ 96,5 mil de auxílios emergenciais

Dinheiro em espécie e cartões apreendidos. Foto: Divulgação / Policia Federal. 
As filas quilométricas em frente às agências da Caixa Econômica Federal se tornaram rotina nos últimos dias. Milhares de pessoas enfrentam horas de espera para sacar o auxílio emergencial de R$ 600 pagos pelo governo federal. Para os bandidos, no entanto, ter acesso a esses recursos está mais fácil do que parece. 

A Polícia Federal no Maranhão prendeu, em flagrante, duas pessoas na madrugada desta quinta-feira (30/04), após o saque indevido de R$ 96.573. Segundo policiais que participaram da operação, a quantia corresponde ao auxílio emergencial pago por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). 

De acordo com a PF, os bandidos foram levados para a sede da Superintendência Regional da corporação no Maranhão por policiais militares. Os dois foram surpreendidos com 108 cartões do Bolsa Família em nome de diversas pessoas e vários extratos bancários, que confirmaram os saques na agência da Caixa, localizada na Praça João Lisboa, no Centro de São Luís. 

Os bandidos responderão pelo crime de estelionato, previsto no Artigo 171, Parágrafo 3º, do Código Penal Brasileiro. A notícia da prisão das duas pessoas provocou comoção em São Luís, onde as mortes pela Covid-19 estão em disparada. O Maranhão é um dos estados mais pobres do país. 

Em todo o Brasil, são muitas as queixas em relação às dificuldades impostas pelo governo para os saques do auxílio emergencial. Mais de 13 milhões de pessoas tiveram os pedidos de ajuda negados pelo governo. (*) Créditos: Blog do Vicente / Correio Brasiliense.

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário