Contas de 2018 da prefeitura de Alagoinha são rejeitadas pelo TCE

Sede da prefeitura de Alagoinha. Foto: Reprodução / Google Street View. 
A falta de recolhimento das contribuições para previdência municipal e o não repasse dos descontos previdenciários nos salários dos servidores foram os principais motivos, que levaram à rejeição as contas das prefeituras de São Bento, Juru e Alagoinha no exercício de 2018, [este último município, sendo nesse ano uma parte gerido pelo então prefeito Jeová José e em seguida por Maria de Zé Roberto, vice-prefeita que assumiu a condição de prefeita com a renúncia do titular, por problemas de saúde, em agosto de 2018].

De igual modo, foram reprovadas pelo mesmo fato, as contas de Serra Grande (2016), Belém do Brejo do Cruz (2015) e Cacimbas (2014). 

O TCE-PB realizou sessão ordinária, nesta quarta-feira (11), sob a presidência do conselheiro Arnóbio Alves Viana.  
(*) Da redação, com informações do TCE-PB


Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário