Em Guarabira: Comissão da Mulher e Núcleo de Gênero vão realizar blitz na Festa da Luz para alertar sobre violência e feminicídio

A proposta foi da presidente da Comissão da Mulher na ALPB, deputada Camila Toscano (PSDB). Foto: Divulgação. 
A Comissão da Mulher da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o Núcleo Estadual de Gênero e a Rede de Atenção à Mulher (RAM) irão realizar blitz durante a Festa da Luz, em Guarabira, que acontece entre os dias 29 de janeiro a 1º de fevereiro, com o objetivo de alertar a população sobre violência contra as mulheres e o feminicídio. A proposta foi defendida pela presidente da Comissão da Mulher, Camila Toscano (PSDB), durante reunião ocorrida no Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Participarão da blitz representantes do próprio MPPB, ALPB, Polícia Civil, Tribunal de Justiça e Defensoria Pública. “Vamos levar essa ação das blitz já realizada em João Pessoa para a Festa da Luz em Guarabira. Nossa intenção é o de alertar e conversar com as pessoas sobre a violência e a importunação, mostrando que é crime. Esse alerta durante a festa se justifica porque a cidade recebe um número alto de turistas nessa época, sem contar a população local. Será um momento importante de fortalecimento e esclarecimento sobre esse tema, que infelizmente, tão presente no nosso dia a dia”, destacou Camila.

A deputada disse ainda que os temas abordados durante as blitz são: fim da violência sexual (cultura do estupro), violência obstétrica, feminicídio, violência psicológica, namoro abusivo, violência contra as mulheres idosas e negras, violência institucional, violência patrimonial contra a mulher, violência simbólica, violência contra mulheres presas, violência contra mulheres do campo, fim do assédio, violência doméstica e fim da importunação sexual.

“Será uma ação importante e servirá como um alerta para o que está acontecendo no nosso Estado. São muitas mulheres agredidas e mortas apenas pelo simples fato de ser mulher. Não podemos ficar de braços cruzados quanto a essa triste realidade. Por isso, vamos realizar diversos atos com o objetivo de mudar a mentalidade dos homens na forma de tratamento às mulheres”, afirmou a deputada. *Ascom

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário