Guarabira: aluna da rede municipal de ensino é medalha de bronze em olimpíada brasileira de matemática

Karina Maria cursa o 7º ano no Centro Educacional Edivardo Toscano. 
A estudante do CEET, Karina Maria. Foto: Reprodução / Redes Sociais. 
A educação do município de Guarabira está entre as finalistas da 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática nas Escolas Públicas – OBMEP. A estudante Karina Maria de Santana que cursa o 7º ano no Centro Educacional Edivardo Toscano – CEET, localizado no bairro Rosário, foi a grande premiada quando recebeu a medalha de bronze pelo seu desempenho na competição nacional público-escolar de matemática, entre os 30 estudantes medalhistas paraibanos.

Já o aluno Arthur Pontes de Oliveira, do Centro Educacional Osmar de Aquino, foi contemplado na 15ª OBMEP com a outorga de menção honrosa.

Nas redes sociais a gestora do CEET, Alessandra Toscano, comemora a desenvoltura de Karina Maria na 15ª OBMEP, a parabeniza e agradece aos envolvidos, inclusive à Prefeitura de Guarabira através do Secretário de Educação, Raimundo Macêdo e o professor de matemática da escola; Gilvandro Júnior - pelo incentivo, que culminou no sucesso de estudantes guarabirenses na competição.



OBMEP A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas - OBMEP é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas brasileiras, realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - IMPA, com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática – SBM, e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC.

Criada em 2005 para estimular o estudo da matemática e identificar talentos na área, a OBMEP tem como objetivos principais:

- Estimular e promover o estudo da Matemática;
- Contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica, possibilitando que um maior número de alunos brasileiros possa ter acesso a material didático de qualidade;
- Identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso em universidades, nas áreas científicas e tecnológicas;
- Incentivar o aperfeiçoamento dos professores das escolas públicas, contribuindo para a sua valorização profissional;
- Contribuir para a integração das escolas brasileiras com as universidades públicas, os institutos de pesquisa e com as sociedades científicas;
- Promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento.

O público-alvo da OBMEP é composto de alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até último ano do Ensino Médio. Em 2018, mais de 18 milhões de alunos de participaram da olimpíada. 

@RedaçãoPlugados
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário