Governo da PB encerrará vínculo com sete mil codificados, na Saúde

Imagem ilustrativa. Divulgação / HW Comunicação. 
O governador da Paraíba, João Azevêdo (sem partido) pretende implantar a Fundação PB Saúde por meio de um projeto de Lei Complementar, que aguarda a aprovação da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). O novo modelo de gestão em saúde encerrará o vínculo com mais de 7.200 de codificados na saúde.

Codificados são servidores que não possuem vínculo empregatício com a administração, e que recebem somente por meio do CPF. O novo modelo de gestão irá extinguir essa prática.

Conforme o Governo do Estado, 4.700 trabalhadores nível médio e técnico serão incorporados à PB Saúde, por meio de processo seletivo. Aproximadamente 1.800 profissionais de nível superior também devem ser incorporados.

Já os 700 médicos, profissionais das Organizações Sociais, devem ser contratados.

MaisPB
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário