Comissão de Educação da AL aprova projeto que proíbe embutidos na merenda de escolas públicas na PB

Alimentos embutidos (Foto: Divulgação / Internet). 
A Comissão de Educação, Cultura e Desportos da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta quinta-feria (28), o Projeto de Lei 32/2019, de autoria o deputado Júnior Araújo (Avante), que proíbe a oferta de “embutidos” na composição da merenda de escolas e creches da rede pública estadual.

Para o deputado estadual Chió, vice-presidente da Comissão, além de buscar o valor nutricional dos alimentos oferecidos às crianças, a propositura visa incentivar a agricultura familiar. “Geralmente, os embutidos vêm de outros estados, vêm de outras regiões e quando a gente troca o embutido por um produto mais natural, a gente, além de estar levando a questão nutricional, ainda valoriza a produção local. Então, isso é importante demais para a nossa economia e nossa saúde”, ressaltou.

A Comissão de Educação também aprovou o Projeto de Lei 27/2019, do deputado Raniery Paulino, que institui o Programa de Estímulo à Literatura de Cordel na Escolas da Rede Pública e Privada da Paraíba. “Esta propositura visa fomentar a Literatura de Cordel em todo o território paraibano por meio da escola, que deve ter função primordial na valorização das nossas raízes culturais e tem efetiva contribuição para a diminuição do preconceito referente à cultura nordestina”, justificou o parlamentar.

Também participaram da reunião da Comissão os deputados estaduais Anderson Monteiro e Delegado Wallber Virgolino. Ao todo, quatro projetos de lei ordinária foram aprovados durante a reunião que, agora, seguem para apreciação em plenário.

Agência ALPB

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário